O menino criado como cão

Publicado por 24.5.21

 

Sinopse: O que acontece quando um cérebro infantil sofre um único evento traumático ou a exposição prolongada a um trauma? Como o terror, a ameaça, o abuso ou a violência afetam a mente de uma criança? E como essa mente pode se recuperar? O psiquiatra infantil, Dr. Bruce D. Perry, ajuda crianças que enfrentaram o horror inimaginável: sobreviventes de genocídio, testemunhas de assassinatos, adolescentes sequestrados e vítimas de negligência, abuso e violência familiar. Em “O MENINO CRIADO COMO CÃO”, o Dr. Perry nos apresenta em detalhes os eventos que levaram alguns de seus vários pacientes a lidarem com traumas terríveis e desenvolverem dificuldades ao longo da juventude, revelando a surpreendente capacidade de cura do cérebro. Combinando habilmente histórias de casos inesquecíveis dos seus pacientes com suas próprias estratégias compassivas e perspicazes de reabilitação, Perry explica o que exatamente acontece com o cérebro quando uma criança é exposta a um estresse extremo, revelando as medidas inesperadas que podem ser tomadas para aliviar a dor de uma criança seriamente traumatizada e ajudá-la a crescer e a se tornar um adulto saudável.


Autor(a): Bruce D. Perry MD. PHD e Maya Szalavitz | Editora: nVersos | Páginas: 316 | Ano:2020


O autor desta obra descreve de forma clara e sem floreios suas experiências enquanto psiquiatra infantil, compartilhando as mais diversas histórias envolvendo situações traumáticas, dolorosas e repletas de aprendizado.

Através de uma narrativa descomplicada o leitor é convidado a sair do senso comum, ir para fora da "caixa" e abrir os olhos para as mais amplas formas de negligência e como estas impactam a longo prazo no desenvolvido de uma criança.

Com uma linguagem acessível, sem se utilizar de vocabulário rebuscado ou termos técnicos de difícil compreensão, o autor consegue transmitir seu conhecimento e provocar intensos momentos de reflexão.

Por se tratar de uma obra que aborda um assunto tão sério e sofrido, talvez o leitor menos acostumado com este conteúdo precise ler com calma. Conhecer histórias reais de sofrimento pode acionar os mais diversos gatilhos, por isso é importante reconhecer os seus próprios limites.

Por ser algo do meu cotidiano profissional, não fui brutalmente impactada com as histórias descritas. Obviamente me vi comovida, incomodada e ansiando por justiça, porém estaria mentindo se dissesse que a leitura me causou algum tipo de desconforto maior.

É preciso que o leitor esteja ciente do que vai encontrar nestas páginas para assim estar preparado para abrir sua mente e entender que o ser humano é falho, mas que até a mais intensa dor é possível de ser amenizada.

Crianças precisam de muito amor, atenção, paciência e carinho para que se desenvolvam bem, qualquer tropeço neste caminho pode deixar cicatrizes difíceis de serem curadas, então cabe a nós, adultos, a tarefa de transformar positivamente a vida destes seres humanos frágeis.

Um livro pesado, impactante e completamente necessário.


0 comentários

Comentários
0 Comentários