Onde mora o coração

Publicado por 25.6.20


Sinopse: Em meio a amigos e filhotinhos de seu pet shop, Willa Davis leva uma vida de enorme realização profissional. Mas falta algo: a seção de sua vida “relacionamentos amorosos” anda paralisada. E nada parece estar a caminho para mudar esse destino.Keane também anda desiludido depois de muitos desencontros. Mas após receber a tarefa de cuidar da temperamental gata de sua tia-avó, ele procura uma especialista no assunto, e o destino joga suas cartas. Ele não faz a mínima ideia de quem seja a proprietária da loja de animais, mas Willa sabe exatamente quem ele é… Alguém que no passado já partiu seu coração.

Autor(a): Jill Shalvis | Editora: Faro Editorial | Páginas: 304 | Ano: 2019

Há um tempo tenho tentado sair da minha zona de conforto no que diz respeito aos livros. Quem acompanha o Confraria deve ter percebido que sou do time do suspense e terror, enquanto o Fabio vai mais pro lado do romance. Esta história surgiu na hora certa.


Willa é aquele tipo de mulher que está bem resolvida com alguns detalhes sobre sua vida, mesmo que isso signifique que o lado amoroso não ande lá grande coisa. Seu envolvimento com o trabalho a satisfaz e o fato de estar rodeada por ótimos amigos lhe garante momentos de alegria. 

Seu trabalho no Pet Shop a faz retomar contato com alguém de seu passado, Keane. Apesar de Willa lembrar muito bem deste homem que em algum momento a desprezou, o mocinho que arrasa corações não tem esta recordação tão viva em sua memória.


"- Por que você não quer gostar de mim?

- Quê? - Ela disse, com expressão de espanto.

- Você me ouviu. Tem alguma coisa que eu não sei, alguma coisa muito importante."


Não é tão difícil imaginar como a aproximação entre eles ocorre, nem mesmo sobre a evolução divertida e envolvente que esta trama trará ao leitor ao introduzir amigos interessantes e que se encaixam bem na história. Ouso dizer que encontrei nas páginas deste livro uma boa dose de romance clichê, bem ao estilo daqueles filmes de Sessão da Tarde, gostosinhos de assistir em um dia chuvoso, mas que não deixam aquela grande marca em nossas vidas.


“Keane a fitava intensamente e fixamente com seus olhos negros. Deus, ela adorava isso. Ela se sentia à deriva, correndo risco de perder a noção das coisas, mas ele estava ali. E o simples ato de olhar para Keane a acalmava.”


Apesar de não haver tantos elementos que causem surpresa no leitor, posso dizer que a forma como a narrativa foi construída vale a leitura, pois proporciona momentos de leveza e diversão a quem se permitir conhecer este casal tão diferente e ao mesmo tempo tão igual.

Não vou me aprofundar na história, pois por ter visto nela elementos previsíveis receio em acabar compartilhando spoilers por aqui. Só posso reforçar a ideia de que este livro aquece o coração e coloca um belo sorriso no rosto, ao menos eu consegui me sentir assim ao acompanhar a trajetória não apenas dos mocinhos da história, mas dos personagens ao redor do casal que contribuiram para que eu não me sentisse desconfortável ao sair da minha bolha de leitura.

1 comentários

Comentários
1 Comentários
  1. Só de ver esse post já fiquei com vontade de ler, rs ❤

    cisssy.blogspot.com

    ResponderExcluir