Columbine

Publicado por 18.4.20


Sinopse: O dia 20 de abril de 1999 deixou uma marca indelével na história norte-americana. O Massacre de Columbine pode não ter sido o primeiro tiroteio em massa, mas foi o primeiro da era digital — e o primeiro de larga magnitude. Na esteira dos acontecimentos de Newtown, Aurora, Virginia Tech, Christchurch, Suzano e Ohio, torna-se cada vez mais urgente compreender e confrontar acontecimentos como o de Columbine. Nossa arma é reaprender a ouvir a dor que cresce em silêncio no outro e no cerne dos valores da nossa sociedade.Os leitores mais investigativos da DarkSide® Books agora têm acesso à obra de Dave Cullen, publicada pela primeira vez no Brasil, para questionar seu ambiente, crenças, limite ético da imprensa e a responsabilidade com os fatos propagados, tão cruciais em uma sociedade que cada vez mais clama por compaixão, respeito e verdade.
Autor(a): Dave Cullen | Editora: Darkside Books | Páginas: 480 | Ano: 2019

Columbine ficou mundialmente conhecida, infelizmente a escola não ganhou notoriedade por algo positivo, mas sim por um massacre que deixou marcas e tristes lembranças.

"Columbine foi o crime do século no Colorado, e o estado montou a maior equipe da história para solucioná-lo: quase cem detetives se reuniram em Jeffco, as melhores mentes de mais de uma dúzia de agências estiveram em ação."

Crimes envolvendo jovens estudantes e ex-alunos não são tão raros quanto a gente gostaria e a história do massacre de Columbine costuma ser relembrado a cada novo episódio similar. O que levam jovens a planejarem o assassinato de diversos colegas e professores? Seriam todos estes vítimas de incansáveis e sucessivas situações envolvendo bullying ou teriam alguma patologia que os leve a sentir prazer ao lidar com o poder diante da vida dos demais?

"Dylan não fez nada por conta própria, mas Eric se divertia no topo das escadas, atirava, ria e arremessava bombas-tubo."

Esta obra percorre as mais diversas recordações dos envolvidos por este massacre, seja por vagas lembranças, documentos oficiais ou até mesmo material produzido pela mídia. 

"Os policiais implorara para as emissoras de TV pararem com aquilo. Por favor, peçam aos reféns para não ligar para a imprensa, disseram."

Se trata de uma narrativa complexa, que aborda os acontecimentos respeitando a cronologia dos fatos, o que facilita a aproximação do leitor com o caso em si. É possível acompanhar cada passo e cada anotação dos criminosos, assim como o impacto que suas ações causaram nas pessoas ao redor.


Com certeza esta é uma daquelas leituras que embrulha o estômago, faz o leitor ser imerso em uma atmosfera pesada, intensa e repleta de questionamentos, contudo apresenta fatos importantes envolvendo tanto os jovens assassinos quanto suas vítimas.

"Não há evidência de que o bullying levou ao homicídio, mas havia número considerável de evidências de que era um problema na Escola Columbine."

Diversas famílias viveram o pior de seus pesadelos. O que seria apenas mais um dia comum no meio de uma rotina, se transformou em uma dura e sofrida lembrança. A falta de informação durante o ataque culminou em momentos de desespero de quem estava do lado de fora, assim como a luta por sobrevivência se fez necessária para os alunos que não tinham como escapar.

É fácil compartilhar dos sentimentos angustiantes dos personagens desta trágica história, ao mesmo tempo em que é possível sentir uma ponta de alívio ao ver que determinado adolescente conseguiu sobreviver ao terrível dia em Columbine.

Com este livro o leitor terá um relato fiel, sem romantização ou exageros sobre o ocorrido. A história é real e a forma como foi contata permite uma imersão profunda, um envolvimento constante e tão intenso que mesmo descrevendo cada detalhe, poderá ser devorado pelo leitor em um piscar de olhos.




0 comentários

Comentários
0 Comentários