Ascensão

Publicado por 6.2.20



Sinopse: Scott Carey tem muito em que pensar ― o projeto enorme que pegou no trabalho; o casal lésbico que mora na casa ao lado e o cachorro delas, que insiste em fazer as necessidades no seu quintal; e a súbita e inexplicável perda de peso das últimas semanas.
Apesar de não querer ser estudado e examinado, Scott decide compartilhar a questão com seu velho amigo, o dr. Bob Ellis. Afinal, apesar dos números decrescentes na balança, sua aparência continua a mesma ― além disso, seu peso não varia quando está nu ou usando roupas pesadas, quando está de mãos vazias ou carrega algo no colo.
Não importa o que ele faça ou coma, Scott está cada vez mais leve ― embora não mais magro ―, e conforme seu peso se aproxima de zero, ele sabe que logo nada vai prendê-lo ao chão.
Autor(a): Stephen King | Editora: Suma | Páginas: 124 | Ano: 2019

Stephen King a cada dia reforça minha admiração por sua escrita e a sua capacidade de transitar por diversos gêneros sem decepcionar. Este é um livro que passa longe de qualquer sinal de suspense ou terror, carrega consigo uma dose de mistério, mas se prende realmente na crítica à sociedade, reforça a necessidade de estabelecer vínculos de amizade e comunitário e mostra ao leitor que a vida pode ser muito breve e por isso as oportunidades não devem ser perdidas.

Scott é um homem que não tem muito a perder. Não tem mais um grande amor, nem uma família próxima e tão pouco um círculo grande de amigos, contudo segue sua vida normalmente e sem se queixar. Sua única preocupação é a perda constante de peso, que inicialmente era algo sutil, mas que aos poucos se tornou motivo de atenção.

Um dos poucos amigos de Scott é um médico aposentado, Bob. A princípio a relação entre os dois não aparenta ser tão próxima, mas conforme o protagonista passa a compartilhar sua preocupação com o amigo ambos passam a estabelecer um vínculo mais sólido.

Não há explicações em toda história da medicina para a perda de peso de Scott. Não é normal alguém emagrecer todo o dia, mas não diminuir suas medidas corporais. O que estaria acontecendo com ele?

Durante o período em que Scott busca respostas, algumas coisas acontecem em sua vida. O atrito com as vizinhas é algo que o incomoda e agora a perspectiva de ter alguma doença desconhecida o faz reavaliar suas atitudes, ou ao menos a forma como tem se expressado.

As vizinhas do protagonista sofrem diariamente com a homofobia velada da comunidade. Por mais que os demais vizinhos não comentem, ou disfarcem, é nítido o desconforto que eles possuem ao compartilhar o mesmo espaço que o casal de mulheres que mudou há pouco tempo para a cidade.

Neste livro Stephen King traz um protagonista que se destaca pela vontade de fazer o que é certo. Um sujeito que teve sua vida virada de cabeça para baixo, mas que transpassa segurança e uma boa dose de empatia.

Talvez este livro não lhe cause fortes sentimentos ou lhe tire o fôlego, mas acredito que a leitura lhe trará momentos agradáveis de reflexão e uma sensação de que é possível fazer o bem ao próximo, mesmo que em pequenos detalhes.






1 comentários

Comentários
1 Comentários
  1. Tá aí.. acho que é esse o livro para mim conhecer a escrita do autor. Já que não gosto de terror, fugia dos livros dele, mas como esse é diferente, fiquei curiosa.

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir