Stalker

Publicado por 23.1.20


Sinopse: O Departamento Nacional de Investigação Criminal de Estocolmo recebe um intrigante vídeo de uma mulher sozinha em seu quarto vestindo uma meia-calça. Ela não sabe que está sendo vigiada, e a polícia não leva as imagens a sério até ela aparecer assassinada. Quando o próximo filme chega, a detetive Margot Silverman tenta identificar a vítima, mas é tarde demais. Fica então claro que um assassino em série aterroriza Estocolmo. Como um voyeur, ele observa e filma suas vítimas dentro de casa, coloca os vídeos no YouTube, e as mata de modo brutal. A polícia chama o psicólogo e hipnotista Erik Maria Bark para ajudar no caso, mas uma sequência de reviravoltas torna a investigação muito mais complexa e perigosa. Será que o enigma pode ser revolvido sem o obstinado detetive Joona Linna, que todos acreditam estar morto?
Autor(a): Lars Kepler | Editora: Alfaguara | Páginas: 560| Ano: 2019

Talvez um livro com aproximadamente 600 páginas possa fazer com que você pense duas vezes antes de ler, mas preciso te contar uma coisa, a maior parte desta história se desenvolve de forma tão ágil e envolvente que é possível que nem perceba que acabou lendo diversos capítulos sem fazer uma pausa sequer.

Em Stalker o leitor se verá diante de um mistério a ser desvendado pela equipe de Investigação Criminal. O que poderia ser apenas mais um maluco que persegue pessoas, se mostra como algo mais sério e difícil de ser compreendido.

Um vídeo é enviado para o departamento de investigação, nele não há violência, tão pouco sinais de que a mulher filmada esteja em perigo, porém este observador anônimo não é tão inofensivo. As imagens são apenas um sinal de algo está errado e merece despertar a atenção dos investigadores. 

Uma pessoa normal em sua casa, vivendo sua rotina habitual e sem qualquer suspeita de que esteja sendo vigiada. Esta é a vítima perfeita para o serial killer que desenvolve tudo com muita cautela, sem deixar rastros e conexões entre os assassinatos. 

A falta de relação entre os crimes torna o trabalho ainda mais complexo para os investigadores. O que levaria o assassino a escolher sua vítima?  Qual o perfil de mulheres deveria ser alertado para que redobrasse o cuidado?

"A ordem da morte é determinada muito antes de o assassino atacar. Isso em teoria deveria nos dar mais tempo, mas não dá, porque o assassino só carrega os vídeos quando já é tarde demais para localizarmos a mulher."

Muitas perguntas surgem no decorrer da narrativa, assim como as respostas se apresentam de forma satisfatória e convincente, demonstrando que o casal de autores sabe construir uma história interessante e que não deixa ponta soltas, agradando aos fãs de thriller.

Saiba que há muito mais nesta história do que apenas uma corrida contra o tempo. Personagens marcantes, intensos e com uma história de vida um tanto quanto conturbada surgirão para movimentar ainda mais a investigação. Até mesmo o sujeito mais pacato esconde algo importante. Não se precipite, as aparências enganam e as histórias podem não ser tão reais.

Obviamente a identidade e as motivações do assassino não serão fáceis de descobrir, nem pela equipe de investigação, nem por você, caro leitor apaixonado por romances policiais de tirar o fôlego. 

Os momentos em que o assassino persegue sua vítima e a forma como as executa são ricamente descritos, sem exageros, mas transmitem facilmente o medo que paira no ar.

Faço apenas uma pequena observação que me impediu de classificar a leitura com a nota máxima. Toda a intensidade da narrativa me deixou maravilhada e ansiando por mais, contudo alguns trechos pareceram um tanto quanto irrelevantes, tirando um pouco da agilidade a qual estava me acostumando. Então caso você também encontre uma certa lentidão em alguns momentos, não desanime, pois vale a pena.

13 comentários

Comentários
13 Comentários
  1. bom saber que mesmo tendo muitas páginas, a maior parte é contada de forma ágil!
    eu amo suspense e tô bem nessa vibe, e a sua resenha me deixou bem curiosa que já adicionei à wishlist!

    ótima resenha!
    Virando Amor

    ResponderExcluir
  2. Olá...
    Adorei a sua resenha!
    Sempre esbarro com esse livro por aí, mas, ainda não tinha lido nenhuma resenha sobre. Pelos seus comentários parece ser uma leitura agradabilíssima e com certeza me deu vontade de ler também.
    Dica anotada!
    Bjo

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem? Nao conhecia a obra mas fiquei bem interessada, sempre tem uma história ou outra que acaba não fluindo da maneira que estamos acostumados, mas eu sempre dou uma pausa e leio no meu momento! Vou anotar a dica!
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  4. Oi, Alessandra!
    Apesar de amar livros policiais, eu ainda não li nada do casal. Quando esse foi lançado, todo mundo estava falando muito bem dele, mas acho que por ter lido tanto o gênero, enjoei um pouco e quero dar um tempo, até voltar com a curiosidade alta.
    Adorei a resenha!
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com/2020/01/resenha-cartas-de-amor-aos-mortos.html

    ResponderExcluir
  5. Oiii,

    Eu não sou muito deste tipo de história, porque em geral acabo sempre extremamente impressionada, mas menina, como assim que o cara filmava as vitimas e postava primeiro e depois matava? Acho que nunca vi nenhum tipo de história assim kkkk Eleva o nível de psicopatia a outro patamar bem bizarro. Eu com certeza vou indicar ele para minhas amigas que gostam do gênero, só é uma pena as partes que parecem desnecessárias, mesmo assim parece ser um ótimo livro para quem curte.

    Beijinhos...
    http://www.equipenerd.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi, Alessandra!
    Que trama interessante! Confesso que histórias de stalkers e serial killers me deixam muito angustiada, então ando evitando essas leituras, mas achei muito bem pensada a estratégia desse personagem (mas não quero nem imaginar quantas pessoas como ele existem por aí).
    Beijo!

    ResponderExcluir
  7. Este é um livro que estou louca para ler, quero ler a série toda, mas o preço desanima, infelizmente. Estou aguardando uma baita promoção para poder adquirir o livro.

    Ele me lembra muito um filme bem antigo que eu via quando mais nova e que se eu assistisse de novo com certeza me provocaria o mesmo pânico e revolta de antes, mas não consigo recordar o nome do filme.

    Como sou apaixonada por thrillers fico aqui morrendo de vontade de descobrir quem é o assassino e se os investigadores conseguirão pará-lo.

    ResponderExcluir
  8. Oi, Alê.
    Estou doida para ler esse livro!
    Não sou de me assustar com o número de páginas e nem com momentos mais arrastados durante a narrativa, então acho que não terei problemas com essa leitura!
    A única coisa é que tenho uma certa mania e não queria ler esse antes de ler os outros livros da série, mesmo que sejam independentes!
    beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  9. Oiii, quando um livro tem um ritmo narrativo bom a gente nem ver passar o tempo, aconteceu isso com você não é? Essa ruma de página nem foi massante. Eu nao sei se leito o livro pois o gênero não é muito minha praia. Mesmo assim, caso queira começar, tenho uma boa opção de escolha.


    Bjus

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bem? Realmente 600 páginas pode assustar inicialmente, mas tenho uma narrativa fluída, as coisas mudam. Não conhecia a obra, porém interessada nos mistérios. Gostei em saber que podemos ter surpresa, afinal é algo esperado em romance policial. Dica anotada!
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Ainda não conhecia essa obra, mas gostei da sua resenha. Eu acho que ficaria assustada também com a quantidade de páginas (que calhamaço! haha), mas conforme a leitura avança e nos apresenta as respostas, é satisfatório e faz valer a pena. Vou deixar sua dica anotada.

    Beijos,
    Blog PS Amo Leitura

    ResponderExcluir
  12. Estou com esse livro na minha estante fazem 2 anos e ainda não consegui ler. Espero esse ano inseri-lo em algum momento na minha lista, pois estou muito curioso para saber dessa história na íntegra.

    ResponderExcluir
  13. Olá tudo bem?

    Ainda não conhecia o livro, mas devo confessar que gostei bastante da premissa. Realmente a quantidade de páginas assusta, ainda mais quando se está tentando voltar ao ritmo de leitura, como eu. Por ora, então, irei passar essa dica. Quando estiver "em forma" novamente, me arrisco. Gostei bastante da sua resenha.

    Beijos

    ResponderExcluir