Malvados

Publicado por 7.1.20


Sinopse: Não é exagero dizer que André Dahmer está entre os maiores cronistas do país hoje. Com mordacidade, seus quadrinhos de aparência simples demolem certezas e deixam à mostra as contradições dos “novos tempos”. Em Malvados, como se tirasse um bicho de cima de si, o desenhista carioca arremessa o otimismo tolo e o autoengano para longe, entregando aos leitores uma visão desencantada e cheia de humor da realidade. Redes sociais, casamento, política, sexo, drogas, arte, Deus, depressão, meio-ambiente: nas 368 tirinhas aqui reunidas, nada escapa ao sarcasmo de suas “flores do mal”. Os absurdos da vida filtrados por um riso cruel e maravilhoso, às vezes nervoso e incontrolável, que reverbera em cada página deste livro.
Autor(a): André Dahmer | Editora: Quadrinhos na Cia | Páginas: 384 | Ano: 2019

Para quem ainda não conhece os quadrinhos produzidos pelo autor, devo informar que eles são carregados de um tipo diferente de humor. Nada bobo, forçado ou que cause um riso descontrolado, mas sim retratos do cotidiano que podem se parecer com a rotina de qualquer pessoa e se relacionam perfeitamente com a atualidade.

Com uma pitada de sarcasmo, uma dose de crítica e uma breve reflexão, as histórias curtas e diretas proporcionam ótimos momentos de distração e divertimento. Desfaça a cara feia, encare que nem tudo o que vivemos precisa ser tão sério e rígido, deixe-se envolver pelas pitadas de humor ácido que podem ser encontradas nestas páginas, mas também esteja preparo para quadrinhos que não almejam lhe fazer gargalhar.

Acredito que uma forma de elucidar isso que estou falando é trazendo uma prévia do que pode ser encontrado neste livro, mas não pense que estou limitando a genialidade do autor a apenas meros fragmentos, quero apenas lhe mostrar de forma rápida e despretensiosa um pouco do que encontrei nesta leitura. 






2 comentários

Comentários
2 Comentários
  1. Eu acho que já vi essas tirinhas na internet. Acho super reflexivas.

    ResponderExcluir
  2. Tenho esse livro, leio um pouco por dia.
    Simplesmente incrível.

    ResponderExcluir