A distância até a cerejeira

Publicado por 4.1.20


Sinopse: Todas as crianças têm medo de escuro. O escuro é um quarto sem portas nem janelas, com monstros que nos prendem e nos devoram em silêncio. Eu tenho medo só do meu escuro, aquele que tenho dentro dos olhos. Para Mafalda, de nove anos, o escuro é a sua única certeza e o seu destino: em algum momento nos próximos seis meses ela perderá a visão. Diante de um futuro assustador e desconhecido, Mafalda – com a ajuda de sua família e seus amigos – precisará descobrir o que realmente importa conforme sua visão começa a falhar.
Autor(a): Paola Peretti | Editora: Planeta | Páginas: 244 | Ano: 2019

Mafalda ainda é uma criança, com apenas nove anos ela já sabe que alguns dos seus planos, sonhos e desejos não se realizarão, pois entende que com sua doença encontrará determinadas limitações.


"Certas notícias deveriam ser dadas sempre com um gato junto para abraçar."

A jovem protagonista possui um futuro nebuloso. A cada dia perde um pouco de sua visão, atividades normais de seu cotidiano passam a se tornar difíceis de serem executadas, até mesmo sua tão amada cerejeira aos poucos lhe parece menos nítida.

A autora trouxe para as páginas deste livro uma história comovente, mas que não necessariamente arrancará lágrimas do leitor. Mais fácil você exibir um leve sorriso ao acompanhar a luta diária desta jovem menina, afinal ela precisará reaprender a fazer muitas coisas. Claro, um leve aperto no peito pode ser inevitável, principalmente em momentos onde a protagonista lista as coisas que nunca poderá fazer.


"Ver como será o meu rosto quando eu for grande."

Os laços de amizade também são importantes para a trama. Mafalda não está sozinha e seus amigos, mesmo sendo personagens secundários, são apresentados de forma delicada, singela, mas nada diminuídos diante do drama da protagonista, afinal estes também possuem suas dificuldades.


"Todas as crianças têm medo de escuro, eu também tenho, porque para mim o escuro é uma venda nos olhos que eu coloquei para brincar e agora não posso mais tirar."

Acompanhar a trajetória de Mafalda proporciona ao leitor um fio de esperança e uma boa reflexão sobre a vida. Se uma pequena garotinha encontra meios para seguir em frente, mesmo que saiba que o futuro lhe reserva algo ruim, então é possível encararmos os obstáculos que surgem em nosso caminho.

Com uma leitura rápida, descomplicada e com um ar juvenil este livro se torna uma boa opção para os leitores que buscam uma narrativa descomplicada, sem grandes detalhes, mas que cause uma breve reflexão.





2 comentários

Comentários
2 Comentários
  1. Parece ser uma história tão bonita. Já quero!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Eu já li esse livro e adorei. Me apeguei demais à protagonista ♥

    ResponderExcluir