A batalha dos mortos

Publicado por 4.12.19


Sinopse: Ano 2018. À passagem de um planeta próximo da órbita da Terra, o que era para ser um dia de festa...Pessoas do mundo inteiro prepararam-se para um espetáculo astronômico mas o evento se transforma num pesadelo. Um dia após à maior aproximação do planeta, um imenso calor sobrevêm e 2/3 de todas as pessoas do mundo transformam-se em zumbis.Uma batalha está para acontecer. Um cerco para salvar vidas. E em meio a isso, inúmeras histórias de pessoas vivendo em situações-limite, muito além da sua imaginação.
Este livro faz parte da saga As crônicas dos mortos*

Não contém spoilers dos livros anteriores.

Autor(a): Rodrigo de Oliveira | Editora: Faro | Páginas: 304 | Ano: 2014

A sequência de O vale dos mortos surge trazendo ao leitor mais ação do que seu antecessor apresentou. O lado introdutório abre espaço para cenas mais intensas, surpreendentes e de tirar o fôlego.

Ivan e Estela permanecem com um papel importante para o desenvolvimento da história, contudo outros personagens surgem para dar uma nova direção à trama, trazendo um novo gás à narrativa e inserindo mistérios e dons únicos e inimagináveis.

A inserção de novos personagens nesta trama é feita com tamanho cuidado que é fácil compreender algumas motivações e começar a torcer por alguém. Confesso que esperei que alguns personagens fossem dilacerados por zumbis e tivesse um final terrível, mas outros me deixaram com o coração na mão por diversas vezes. Então acho que ficou bem evidente que escolhi meu lado nesta batalha.

Em A batalha dos mortos a luta por sobrevivência continua, contudo a guerra não se restringe à divisão entre vivos e mortos. As emoções seguem à flor da pele, mas nem todas são boas e direcionadas ao bem comum, ao menos não ao meu ver. Há uma batalha interna a ser travada, interesses particulares se sobrepõem aos do grupo e o desejo por vingança fará com quem ninguém esteja realmente em segurança.

Demorei um pouco para iniciar a leitura deste livro e por isso acabei me perdendo um pouco em relação aos personagens, mas entendo que esta é uma dificuldade minha em gravar nomes, ainda bem que suas personalidades e histórias são tão distintas que aos poucos pude retomar o ritmo e engrenar na leitura, então só posso concluir que o autor está de parabéns pela incrível história que desenvolveu.

Para os fãs de histórias de zumbis e que anseiam por descrições na medida certa, muita luta e páginas repletas de ação, com certeza esta obra saciará seus desejos.


*Resenhas anteriores da saga As crônicas dos mortos: 

3 comentários

Comentários
3 Comentários
  1. Não sei porque as pessoas tem uma coisas ne de achar que o fim do mundo significa zumbi. Eu acredito que não existe zumbi de verdade e me pergunto da onde elas se inspiraram para criar esses livros, de qualquer forma mesmo que estranho acaba sendo bem popular eu mesmo amo ler mas esse não é o meu genero preferido acho que esse tema fica melhor numa serie que você fica apreensivo naquele suspense sem saber se o zumbi vai conseguir pegar a pessoa ou não.
    https://thifanysantosoficial.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Não sou muito fã desse tipo de livros mas acredito que a sua publicação seja interessante para muitas pessoas! Adorei o blog.

    O meu blog: https://celinaporai.blogs.sapo.pt/

    ResponderExcluir
  3. tbm tenho essa dificuldade em dar continuidade em series com os nomes e tal depois de um tempo rs
    mas gostei mt de conferir a continuação dessa série

    ResponderExcluir