O homem de lata

Publicado por 17.3.19


Sinopse: Em 1963, Ellis e Michael eram dois garotos de doze anos que se tornaram grandes amigos. Durante muito tempo, sempre foram apenas os dois, andando pelas ruas de Oxford, um ensinando ao outro coisas como nadar, descobrir autores e livros e a esquivar-se dos punhos de seus pais dominadores. Até que um dia algo muito maior que uma grande amizade cresce entre eles. Mas então, avançamos cerca de uma década nesta história e encontramos Ellis, agora casado com Annie, e Michael não está mais por perto. O que leva à pergunta: o que aconteceu nos anos que se seguiram? Esta é quase uma história de amor. Mas seria muito simples defini-la assim.
Autor(a): Sarah Winman | Editora: Faro Editorial | Páginas: 160 | Ano: 2018

Antes de qualquer coisa acredito que preciso avisar que venho adiando a leitura deste livro há muito tempo. Por diversas vezes iniciei a leitura e acabei não dando continuidade, penso que não estava no momento certo para me envolver pela narrativa, estava buscando histórias fortes e arrebatadoras e infelizmente não conseguia me conectar com superficialidade desta obra. No entanto, após tantos meses, decidi que estava na hora e acertei em cheio, em poucas horas havia concluído a leitura.

Em "O homem de lata" iremos conhecer dois grandes amigos, Ellis e Michael. A proximidade entre os dois é nítida desde a infância, dividindo os momentos mais marcantes, sejam eles bons ou não.

A relação entre os dois é um pouco confusa, principalmente se considerarmos que nem mesmo os garotos sabiam o nível de intimidade que desejavam ter. Isso mesmo, conforme eles amadurecem descobrem que a proximidade entre eles é mais complexa e profunda do que imaginavam, mas talvez não estejam prontos para isto.


"Desde o primeiro momento em que o vi senti vontade de beijá-lo. Essa é minha introdução preferida e mais bem ensaiada para um conversa a respeito de Ellis."

O livro se divide entre as perspectivas dos personagens. Inicialmente o leitor acompanhará os dias de Ellis, que infelizmente são descritos de forma mais lenta, sem emoções e por vezes entediante. Logo na metade da obra temos o prazer de conhecer melhor Michael, um homem apaixonado e de atitude, ouso dizer que foi a narrativa do ponto de vista deste personagem que salvou a leitura, pelo menos para mim.

Ellis me cansou, suas escolhas me incomodaram e sua falta de atitude me desanimou. Esperava ver nele uma pessoa com mais vida, mas realmente ele é um homem de lata, sem coração. Infelizmente toda esta falta de ânimo tornou a primeira parte do livro cansativa.

Em compensação Michael, que tem sua trajetória menos explorada, possui uma história mais interessante. Ellis passou por dificuldades, porém Michael também e apesar de todos altos e baixos se mostrou mais humano e intenso. Acredito que se Michael tivesse tido mais espaço minha avaliação seria totalmente diferente, mas ainda me sindo cansada por Ellis.

Este livro fala sobre amor, cumplicidade e a importância de demonstrar o que se sente. Uma leitura que pode ser um pouco cansativa, mas que apresenta elementos interesses que trazem uma leveza e uma cor para as páginas. 



14 comentários

Comentários
14 Comentários
  1. Não conhecia a obra, por mais que pareça ser interessante não sei se leria, mas adorei a resenha e anotei o nome aqui.

    Beijos,
    Letícia do Garota Perdida nos Livros.

    ResponderExcluir
  2. Gosto de histórias de amor, a realidade já é tão ruim né.. se for pra ler que sejam coisas boas! Ótima dica de obra =)

    ResponderExcluir
  3. Quantos Ellis estão espalhados pelo mundo? As vezes uma narrativa de um livro nos faz pensar em nós mesmos, talvez não num grau tão desanimado, mas quantas coisas deixamos pra lá por falta de iniciativa? Gostei da narrativa do livro, já anotei aqui! Bjs ❤️

    ResponderExcluir
  4. Nao conheço esse livro, mas ja fiquei curiosa para ler

    ResponderExcluir
  5. So de olhar a capa ja fiquei curiosa para ler

    ResponderExcluir
  6. Logo que li o titulo, imaginei algo sobre sentimentos nao demonstrado, frieza. Uma pena ser cansativo a historia de Ellis. Mas fiquei curiosa para ver o que acontece com os dois.

    ResponderExcluir
  7. A historia parece bacana e poderia ser mais interessante se tivesse sido explorado o personagem do Michael.
    Mas mesmo assim pela época da historia esse amor seria um assunto era proibido, talvez pudesse ser mais explorado.

    Bjinhos,
    www.prosaamiga.com.br

    ResponderExcluir
  8. Eu gostei da descrição onde diz "Esta é quase uma história de amor. Mas seria muito simples defini-la assim." mas infelizmente como você citou acima, pode se tornar uma leitura cansativa por culpa do desenrolar de um dos personagens, já conheci livros assim e desanima mesmo.
    Gostei da resenha.

    ResponderExcluir
  9. As edições da Faro são lindas, né? Mas não acho que esse livro seria muito o meu estilo... Gostei muito da sinceridade da sua resenha!

    ResponderExcluir
  10. Gostei da sua sinceridade, as vezes há narrativas cansativas porém a curiosidade de saber como irá acabar nos faz chegar até o final

    ResponderExcluir
  11. Mesmo cansativo, mas os sentimentos de amor e cumplicidade são excelente
    Gostei, muito legal!
    Blog ArroJada Mix|Blog Prosa e Texto|Blog Vapor da Cozinha

    ResponderExcluir
  12. Oi,
    Gosto de livros com histórias de amor e cumplicidade, esse deve ser muito bom!
    Já vou colocá-lo na minha lista!

    ResponderExcluir
  13. يجب على جميع العملاء البحث بسرعة عن أرقام نقل الشركة في الدمام والاتصال بنا للتأكد من عملنا والعمل بسرعة والتأكد أيضًا من أن شركة النقل بالدمام رخيصة وسنرسل لك إلى أي مدينة في المملكة.
    شركة نقل عفش
    شركة نقل اثاث من الرياض الى جدة

    شركة نقل عفش من الرياض الى جدة
    شركة نقل عفش بجازان

    ResponderExcluir