Rumo ao sul

Publicado por 25.2.19


Sinopse: E se você descobrisse que viveu muito tempo sob perspectivas equivocadas?E que foi cruel com uma das pessoas que mais amava no mundo?Essa é a jornada...Ao sul dos Estados Unidos, numa pequena cidade do Tennessee, o pastor Asher Sharp tem de encarar o seu próprio passado após uma das mais violentas enchentes que aquelas terras já enfrentaram.Então um casal gay pede abrigo ao pastor após ajuda-lo no socorro a outras pessoas, mas perderam tudo na inundação. Asher se vê diante de um dilema, quer abrigar os dois homens mas encara a recusa de sua esposa. Um fato que vai trazer à tona histórias enterradas de sua própria vida, da rejeição ao seu irmão, que era também seu melhor amigo.Algo que o faz questionar todos os valores daquela comunidade e tomar atitudes de ruptura, que desencadeiam uma série de outros eventos.Decidido a encontrar o irmão de quem ele se afastou e nem sabe o paradeiro, desejando salvar o filho de um ambiente asfixiante, ele parte numa viagem rumo ao sul. Um percurso em que toda a sua história é passada à limpo, em meio a belas paisagens, novas amizades e descobrindo um mundo imenso, muito diferente do seu, algo que pôde ensiná-lo sobre as coisas mais profundas da vida.
Autor(a): Silas House | Editora: Faro Editorial | Páginas: 272 | Ano: 2019

Asher é um homem de bom coração, respeitado pelos moradores da cidade, pastor de uma igreja conservadora e pai de uma família tradicional. Sua vida gira em torno da devoção à Deus e do amor por seu único filho, Justin.

A vida pacata da família do bom pastor é brutalmente modificada após uma enchente que desabrigou muitas pessoas da cidade, dentre os que foram atingidos pelo desastre estava um casal homossexual. Prontamente Asher abriu as portas de sua casa para os dois, seu instinto protetor não lhe permitiria deixar alguém em meio ao risco das águas que invadiam residências, porém sua atitude não foi bem vista por sua esposa, tão pouco pelos demais fiéis que o seguiam.


" - Isto é o que temos que fazer: sermos bons uns com os outros. Se alguém for diferente de você, procure conhecê-lo em vez de lhe dar as costas. Durante anos preguei que vocês deveriam julgar os outros e levá-los a mudar. Mas eu mesmo mudei minha forma de pensar. "

Há algo no passado de Asher que o perturba, um arrependimento que o corrói e que provavelmente serviu de estopim para que percebesse que estava na hora de mudar. O seu conservadorismo abre espaço para o respeito à todos, além de lhe permitir compreender que sua igreja deveria abrir espaço para todos os filhos de Deus.

A vida do protagonista vai além de sua trajetória como pastor, então não espere encontrar ensinamentos bíblicos ou algum tipo de reflexão de cunho espiritual. Sua vida desmoronou, foi impedido de ver seu filho e sua atitude diante disso pode soar um pouco duvidosa.


" - Durante toda a minha vida tentei ser um bom homem, amigão. Tentei seguir as regras e fazer tudo como manda a cartilha. Mas nesse tempo todo, fui me tornando uma pessoa dura em vez de me tornar uma pessoa melhor. "

A admiração que nutri pelo personagem ao vê-lo evoluir e enfrentar a sociedade homofóbica foi se perdendo conforme ele tomava decisões que não me pareciam corretas. Aos poucos passei a enxergá-lo como um homem imaturo, inseguro e por vezes egoísta, eu esperava que sua mudança tivesse lhe ensinado algumas coisas e mostrado que era uma pessoa muito melhor do que imaginava ser. 

O autor se utilizou de uma narrativa bem leve, pronta para ser lida em poucas horas, porém não encontrei grandes revelações que me instigassem a querer mais ou a ansiar por um final feliz. É uma história estilo filme de sessão da tarde, um drama leve com desenvolvimento ágil e sem grandes surpresas.

Para quem busca uma opção de leitura para passar o tempo, com uma pequena dose dramática e com uma leve crítica à sociedade conservadora, este livro é uma boa opção.






8 comentários

Comentários
8 Comentários
  1. Que história, amo livros assim.
    Uma bela resenha.
    Cada dia minha lista de livros para ler aumenta mais rs

    ResponderExcluir
  2. Sua resenha ficou inspiradora!! Estou com pouco tempo para me dedicar a leitura porem vou anotar aqui na minha listinha pq me cativou muito!!

    https://mamaeteconta.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Olá Querida,
    Tudo bem?
    Adorei, sua resenha Ficou Maravilhosa!
    Beijinhos Karina
    Desejo te bom fim-de-semana

    ResponderExcluir
  4. Nao conhecia o livro e gostei da sinopse e de sua resenha. Bom conhecer o livro através de sua perspectiva.

    ResponderExcluir
  5. O livro tem uma história bem leve, e bem fluída, é o tipo de história que faz a gente querer saber o final, gostei muito do livro, é uma boa indicação de livro, bjs.

    ResponderExcluir
  6. Pela sinopse pensei que o livro seria de uma tonalidade diferente, mas pelo que você contou ele lembra mesmo filmes pacatos que dá na sessão da tarde, para que gosta vale a pena né?

    ResponderExcluir
  7. "Crítica à sociedade conservadora"? Já gostei! Mas fiquei com receio por você ter perdido a admiração pelo personagem, ele dá muito close errado? Beijos

    ResponderExcluir