Jogador nº1

Publicado por 4.7.18


Sinopse: Cinco estranhos e uma coisa em comum: a caça ao tesouro. Achar as pistas nesta guerra definirá o destino da humanidade.Em um futuro não muito distante, as pessoas abriram mão da vida real para viver em uma plataforma chamada Oasis. Neste mundo distópico, pistas são deixadas pelo criador do programa e quem achá-las herdará toda a sua fortuna.Como a maior parte da humanidade, o jovem Wade Watts escapa de sua miséria em Oasis. Mas ter achado a primeira pista para o tesouro deixou sua vida bastante complicada. De repente, parece que o mundo inteiro acompanha seus passos, e outros competidores se juntam à caçada. Só ele sabe onde encontrar as outras pistas: filmes, séries e músicas de uma época que o mundo era um bom lugar para viver. Para Wade, o que resta é vencer – pois esta é a única chance de sobrevivência. A vida, os perigos, e o amor agora estão mais reais do que nunca.
Autor(a): Ernest Cline | Editora: Leya | Páginas: 464 | Ano: 2018 | Edição:

Logo no início confesso que senti um certo tédio, a narrativa não começa com ação, tão pouco me proporcionou a certeza de que encontraria algo a mais nesta trama, mas como a vida é feita de surpresas, fui agarrada pela trama conforme ela foi evoluindo.

Esta história se passa em uma realidade onde a tecnologia faz parte do cotidiano das pessoas, possibilitando que estas interajam com o mundo inteiro através de avatares em jogos, ou até mesmo que deixem de frequentar presencialmente as aulas, mas nem por isso deixem de fazer parte de uma sala virtual com direito à representação gráfica. Convenhamos que tais elementos são bem possíveis de imaginar na nossa realidade, então por mais fictícia que seja, ainda assim se torna fácil visualizá-la de uma forma mais concreta.


As linhas de distinção entre a identidade real de uma pessoa e a de seu avatar começaram a se misturar.

Oasis é uma plataforma online onde todos, independente da idade, se conectem com o mundo real ou se aventurem em diversos mundos fantásticos desenvolvidos por seu criador, que ao falecer deixou um desafio aos seus usuários: quem encontrar o Easter Egg escondido em Oasis, será o herdeiro de sua fortuna. 

Não nego, logo que me deparei com a disputa pela herança me lembrei de Willy Wonka, aquele homem excêntrico, sem herdeiros, mas que procura a melhor criança para ocupar seu lugar na Fantástica Fábrica de Chocolates. A história não foge muito desta ideia inicial, porém ganha toques incríveis de aventura, ação, intrigas e muita adrenalina.

Wade é um menino que passou por grandes dificuldades na vida, desde cedo ele aprendeu que nada seria fácil e que precisaria aprender a lidar com os obstáculos que encontraria em seu caminho. Sempre muito esperto e utilizando sua inteligência a seu favor, o jovem se mostra apto a enfrentar os mais terríveis adversários desta competição que promete mudar a vida do ganhador.


Quando comecei a procurar pelo ovo, o futuro deixou de parecer tão sombrio.

Com diversas referências a filmes, games, livros e música, a história transporta o leitor para dentro das páginas. Em alguns momentos tantas menções podem cansar, porém em outros elas são úteis e complementam a trama na medida certa. Mas se você for como eu, meio esquecido e acha que não vai conseguir pegar todas as ligações, relaxe, pois é possível compreender tudo.

A disputa pelo primeiro lugar desta competição será capaz de aproximar pessoas ao ponto de criar laços de amizades, porém também atrairá participantes não tão bem intencionados e que não ousarão colocar vidas em risco para chegar mais perto dos portões que escondem os segredos.

O melhor ainda era que, no OASIS, ninguém sabia que eu era gordo, tinha espinha ou que usava as mesmas roupas feias toda semana. Os valentões não podiam cuspir em mim, encarar-me ou me bater depois da aula. Ninguém podia me tocar. Ali dentro, eu estava seguro.

Apenas uma coisa me incomodou neste livro, mas foi tão pequena e compreensível que não se tornou significante o suficiente para me fazer diminuir a avaliação final.

Como toda história adolescente, há um romance pairando pelo ar e isso me deixou um pouco entediada. Não que eu seja contra a inserção de pares românticos nas tramas, mas em um momento em específico achei que tal paixão adolescente quebrou o clima eletrizante que a narrativa estava construindo.

Com uma história que se inicia lenta, mas ganha uma agilidade envolvente com o passar dos capítulos e com personagens explorados na medida certa, este livro caminha para uma experiência de leitura envolvente, divertida e digna de tirar o fôlego de todos, principalmente dos apaixonados por games.



16 comentários

Comentários
16 Comentários
  1. Eu assisti o filme e não curti, como sempre, o livro é infinitamente melhor.
    Beijos!
    www.dividindoocopo.com.br

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde, como vai? Ainda nao conhecia, mas eu gostei bastante da sua resenha. beijos

    ResponderExcluir
  3. Parece um ótimo livro, quero ler ou assistir ao filme.

    ResponderExcluir
  4. Ainda não conhecia o livro e nem o filme! Já quero ver/ler!!!

    ResponderExcluir
  5. Não conhecia o livro e até confesso que o gênero não é dos meus favoritos. Tua resenha todavia está prefeita e para quem gosta de distopias, é um ótimo incentivo!

    ResponderExcluir
  6. Eu assisti ao filme, e não gostei da adaptação, o livro é muito bom, adoro distopias!

    ResponderExcluir
  7. O livro é bastante interessante pois a história envolve tecnologia, jogos, games, quem gosta desse gênero com certeza vai gostar muito da história, o livro nos envolve muito com esses temas bjs.

    ResponderExcluir
  8. Não conhecia, confesso que qdo a história começa muito lenta me desanima um pouco rs. Mas depois da sua resenha, fiquei curiosa. Bjs

    ResponderExcluir
  9. Pelo jeito envolve bastante tecnologia.. para quem curte é ótimo esse estilo ..
    Não conhecia , fiquei muito curiosa com a resenha
    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Sabe que já tinha visto propaganda na Netflix, mas ainda não vi e nem li o livro, não me motivou ainda!!!

    ResponderExcluir
  11. A sinopse deixa curioso para ler um pouco mais...Pena que o começo é um pouco lento...
    Gostei, muito legal!
    Blog ArroJada Mix|Blog Prosa e Texto|Blog Vapor da Cozinha

    ResponderExcluir
  12. Gosto de historias de tecnologia,futuristas e tal. Não li o livro, mas acho que iria gostar, fiquei curiosa. Muito boa sua resenha. bjs Verônica Alves

    ResponderExcluir
  13. Esse não é bem meu tipo de leitura, mas gostei da narrativa, vou guardar o nome do livro!
    Bjs (•‿•) ❤️

    ResponderExcluir
  14. Achei super interessante a sinopse do livro, esse tipo de história eu costumo esperar que já comece com ação, mas como não desisto da leitura então fico feliz em saber que ao decorrer da história ela fica mais envolvente. Gostei da resenha.

    ResponderExcluir
  15. Olá!
    Antes desse livro virar filme, eu já vinha namorando, está na minha lista de desejados, e a cada resenha que leio fico bem curiosa. Quando o livro é eletrizante, não faço questão dos romances rs' fica sempre um coisa forçada! Gostei da sua resenha, e espero poder conferir em breve!

    beijos!

    ResponderExcluir
  16. Eu assisti o filme, mas nao me agradou muito nao
    Achei que teve muita fantasia rs

    ResponderExcluir