Maresi

Publicado por 23.4.18

Sinopse: Uma história sobre amizade e sobrevivência, magia e encantamento, beleza e terror.Maresi chegou à Abadia Vermelha quando tinha 13 anos, durante o Inverno da Fome. Antes disso, só ouvira rumores e fábulas sobre o lugar. Em um mundo onde garotas são proibidas de estudar ou seguir seus próprios sonhos, uma ilha habitada apenas por mulheres soava como uma fantasia incrível. Agora Maresi vive ali e sabe que é real. Ela está segura.Tudo muda quando Jai, com seus cabelos emaranhados, cicatrizes e roupas sujas, chega em um navio. Ela fugia da crueldade e dos perigos escondidos em sua terra natal – mas os homens que a perseguem não vão parar por nada, até encontrá-la.Agora as mulheres e meninas da Abadia Vermelha terão que usar seus poderes e conhecimento ancestral para combater as forças que desejam destruí-las. E Maresi, assombrada por seus próprios pesadelos, deve confrontar seus mais profundos e terríveis medos.
Autor(a): Maria Turtschaninoff  | Editora: Morro Branco| Páginas: 200 | Ano de lançamento: 2018

As Crônicas da Abadia Vermelha # 1


A Abadia Vermelha é um local que oferece proteção e conhecimento às meninas que ali buscam auxílio. Independente da causa que as levem até o local, todas são acolhidas e ensinadas da mesma forma. Até mesmo a criança mais jovem terá sua existência respeitada, bem como a garantia de que aquele é seu novo lar.


Algumas meninas buscam a sabedoria que envolve a Abadia, outras encontram ali seu porto seguro e a única alternativa de sobrevivência. Maresi se encaixa mais no segundo perfil, já que sua família a enviou com o intuito de protegê-la das dificuldades que enfrentaria.

Mesmo envolta pela magia da ilha e por seu interesse pelos livros, a jovem protagonista não vislumbra ocupar uma posição importante entre as demais. É feliz dentro do que crê ser seu papel, mas não imagina representar algo além de apenas mais uma jovem simpática e acolhedora.

Porém tudo muda com a chegada de Jai, uma jovem que fora enviada pela mãe com o intuito de protegê-la da fúria de seu pai. Após ter visto sua irmã ser enterrada viva para salvar o nome de sua família, o medo e o perigo a rondam até que a matriarca opta por dar adeus à sua última filha. Melhor nunca mais a vê-la, mas acreditar que está em segurança, do que mantê-la em seu lar que representa risco constante à sua vida.
Eu não sabia se minha mãe acreditava que a Abadia fosse além de um mito. Mas ela sabia que, sem Unai, eu nunca poderia corresponder às expectativas de meu pai. E alguém que matou uma vez, não hesita em matar de novo.
Maresi narra cada momento da história através de suas recordações, permitindo ao leitor a criação de um laço com a protagonista que não omitirá fatos por mais dolorosos que possam ter sido, ou por mais belos e inacreditáveis que possam parecer. Aquela vida tranquila e regrada muda totalmente com a chegada de Jai, todo o perigo que a perseguia fora da ilha encontra uma maneira de adentar em espaço sagrado, trazendo risco à todas e criando um novo ciclo na Abadia.
Ainda posso me lembrar vividamente de certas coisas que eu preferia esquecer. O cheiro do sangue. O som de ossos sendo esmagados. Não quero trazer tudo à tona outra vez. Mas preciso. É difícil escrever sobre a morte. Mas não há desculpa para não fazê-lo.
Com uma narrativa envolvente, rápida e intensa, Maresi prende o leitor que deseja conhecer o poder das jovens da Abadia Vermelha. Toda a sabedoria da ilha não ficará restrita à biblioteca com livros tão antigos que mal podem ser lidos. 

O encantamento que a obra possui ultrapassa a fantasia e explora a força da mulher. Exaltando em diversos momentos a união, amizade, respeito e compaixão, provando que independente da situação e da idade, as moradoras da Abadia têm muito do que se orgulhar.

Não espere encontrar belas e delicadas donzelas que vivem reclusas, estas mulheres passarão por situações que causariam medo em qualquer um, mas não desistirão diante dos homens que ameaçam suas vidas. Se houver necessidade de sacrifícios para garantir que as demais tenham chance de sobreviver, elas não hesitarão. 

Imaginei algumas formas de encerrar esta resenha, mas nenhuma parece ser digna o bastante de representar o que realmente senti durante a leitura. Mas faço questão de dizer que Maresi entrou para minha lista de preferidos do ano.



8 comentários

Comentários
8 Comentários
  1. Resenha das boas deu até vontade de ler agora.
    Eu achei tão caprichosas as fotos que você fez com o livro.
    Um arraso.

    ResponderExcluir
  2. Que livro cheio de ilustrações atrativas e com essa historia então, ja fiquei querendo ler. bjs

    ResponderExcluir
  3. Pela capa do livro eu não faria a leitura, nem o compraria. Mas depois dessa resenha eu achei o livro muito interessante! Vê se pode, nunca julgue um livro pela capa! kkk

    ResponderExcluir
  4. Nossa o livro é uma mistura bastante interessante, não sou fã de livros assim, admito, mas gostei muito da sua resenha.

    ResponderExcluir
  5. Que livro lindo e a história parece ótima, pelo menos foi a impressão que tive com a sua resenha.

    ResponderExcluir
  6. Deve ser muito bom, principalmente porque não é uma história onde as mulheres não fazem o papel de donzelas em perigo, mas que são fortes! Adorei sua resenha e fiquei bem interessada. bjo Verônica Alves

    ResponderExcluir
  7. Amei sua resenha, está bem completa e deixa o leitor com um gostinho de ler o livro. A sinopse é bem intrigante, vou colocar na minha lista de leitura. Beijos!

    ResponderExcluir
  8. nao conhecia esse livro e confesso que fiquei encantada com o design do livro e com as citações
    não é um livro que eu leria naturalmente, mas fiquei com muita vontade agora

    ResponderExcluir