A obsessão

Publicado por 18.1.18


Sinopse: Naomi Bowes viu seu mundo ruir na noite em que resolveu seguir seu pai floresta adentro. Ao libertar uma garota presa no porão, Naomi revela a terrível extensão dos crimes cometidos por seu pai e, consequentemente, torna-o famoso.
Agora uma fotógrafa bem-sucedida sob o nome de Naomi Carson, a jovem encontra um lugar para chamar de seu. Uma casa velha, localizada a centenas de quilômetros de sua antiga vida.
Apesar de desejar a solidão, os gentis moradores de Sunrise Cove insistem em tê-la por perto e acolhê-la – especialmente o determinado Xander Keaton. Ela sente suas defesas caírem e, mesmo certa de que o acolhimento que sua nova vida oferece é algo que sempre quis, os pecados do seu pai se tornam uma obsessão. E, como já aprendeu, seu passado está a um pesadelo de distância...

Autor(a): Nora Roberts | Editora: Bertrand Brasil | Páginas: 462 | Ano de lançamento: 2017

Naomi tinha apenas 11 anos, estava ansiosa pelo seu aniversário e constantemente sua curiosidade a fazia suspeitar de qual seria seu presente, até que em uma noite teve a oportunidade de seguir seu pai e tentar descobrir se ganharia mesmo uma bicicleta.

Após perder o sono a menina o viu adentrar a mata, com o intuito de surpreendê-lo decidiu ir escondida, imitando seus passos, mantendo silêncio e tentando controlar a ansiedade. O que ela não poderia imaginar é que seu presente de aniversário era algo mais vivo que uma bicicleta.

A aventura pela mata durante a noite a colocou em um caminho sem volta. Seu amado pai, homem respeitado por todos na cidade, religioso e rigoroso, não era tão perfeito quanto poderia imaginar. Ele não estava escondendo uma bicicleta ou um cachorrinho, mas sim uma de suas diversas vítimas. 

Feliz aniversário. Você é muito esperta, forte e corajosa. Salvou minha vida, Naomi. Salvou a vida de uma pessoa antes de fazer 12 anos. Não se esqueça disso.

Bowes era um serial killer responsável pelo sequestro, tortura, estupro e morte de diversas mulheres. Sua fama se tornou universal após ser descoberto pela própria filha. Agora, preso, ele não fará mal a nenhuma outra mulher estranha, mas ainda terá poder de arruinar a vida de sua família.

A vida de Naomi passa por enormes mudanças, seu nome já não é mais o mesmo, sua família agora inclui seu tio que ela não via há anos, sua casa é em outra cidade, seus amigos nunca saberão de onde ela veio, mas nem assim as coisas serão fáceis para ela e seu irmão.
Quando você deixa as coisas para trás, Nom, passa a ser observado pelas costas. Prefiro manter as coisas à minha frente, onde posso ver para onde estão indo.

Enquanto escrevo esta resenha volto para a realidade da protagonista, revivo as sensações que a leitura me proporcionou e ainda me sinto presa à história. O desenvolvimento da trama é envolvente e convincente, a todo instante pensei que Naomi precisava de bons amigos, de pessoas que lhe estendessem a mão independente de quem fosse seu terrível pai.

Achei que ele fosse meu amigo. Mas ninguém permanece amigo quando a verdade vem à tona.

Vê-la crescer, ir para a faculdade, se tornar independente e finalmente conquistar a amizade de pessoas legais me deixou feliz, pois todo o tormento que a acompanhou durante toda sua vida poderia ser deixado de lado. Até que a autora coloca outro serial killer na jogada e meu coração começa a ficar apertado temendo pelo que aconteceria.

Esta é uma história com drama, suspense, investigação policial, um toque de romance e belas amizades, tudo dosado na medida certa. Apesar da inserção de um romance, este cenário bonito não ofuscou a obscuridade que envolvia a protagonista e sua família. Sem dúvida alguma Nora Roberts deu vida a Naomi de forma a parecer real, deixando transparecer que mesmo o belo romance não apaga os problemas da vida, nem mesmo significa que o final feliz já chegou.

Assim como a narrativa apresenta evolução e transcorre de forma a tudo se encaixar, os personagens se mostram fundamentais para o desenvolvimento da trama. Cada um representa um papel importante e constantemente mostram-se únicos e dotados de vida própria. Naomi obviamente se destaca, mas não apaga os demais personagens.







10 comentários

Comentários
10 Comentários
  1. Adorei sua resenha, ótimo post. Gostei do livro, não conhecia mas a história me deixou instigada, pois adoro investigação policial e romance!

    ResponderExcluir
  2. Adorei o post, vou sem dúvida adicionar à minha lista de livros para ler ainda este ano

    ResponderExcluir
  3. To apaixonada por essa resenha, e por esse livro!!! Me senti muito instigada a ler e agora vou ter que atrás dele aaaaa
    Sua resenha é muito precisa, sabe como prender um leitor. Já pensou em escreveu um livro? <3

    ResponderExcluir
  4. É um dos livros pra ler no meu LEV, mas quebrou! To passando mal!

    ResponderExcluir
  5. O livro tem um enredo terrível, daqueles que agarra o leitor para saber mais e mais. Deve ser um dilema angustiante.
    Bjnhs

    ResponderExcluir
  6. Esse livro deve ser muito bom, achei o enredo muito instigante. Deve ser uma leitura emocionante ao mostrar as consequências que recaem sobre a família de um assassino, com certeza essas pessoas devem passar por uma barra pesada, acabam se tornando um pouco vítimas tb.

    ResponderExcluir
  7. Estilo de leitura que adoro. Já quero ler.

    ResponderExcluir
  8. O livro parece ser maravilhoso, amo esse tipo de historia que tem uma boa trama misturando vários gêneros.
    Achei a capa linda e tem tudo a ver com o titulo, quero ler a historia completa.

    Bjinhos,
    www.prosaamiga.com.br

    ResponderExcluir
  9. so pela sinopse ja percebe-se que é um livro e tanto
    bem ao estilo que eu gosto de ler, nunca li nadinha da nora acredita?
    acho que já é hora de começar por esse que vc indicou

    ResponderExcluir
  10. Bem completa sua resenha. E a sinopse é bem interessante!
    Vou ler com certeza. Beijos!

    ResponderExcluir