A prisão do rei

Publicado por 19.12.17


Sinopse: Mare Barrow foi capturada e passa os dias presa no palácio, impotente sem seu poder, atormentada por seus erros. Ela está à mercê do garoto por quem um dia se apaixonou, um jovem dissimulado que a enganou e traiu. Agora rei, Maven continua com os planos de sua mãe, fazendo de tudo para manter o controle de Norta — e de sua prisioneira.Enquanto Mare tenta aguentar o peso sufocante das Pedras Silenciosas, o resto da Guarda Escarlate se organiza, treinando e expandindo. Com a rebelião cada vez mais forte, eles param de agir sob as sombras e se preparam para a guerra. Entre eles está Cal, um prateado em meio aos vermelhos. Incapaz de decidir a que lado dedicar sua lealdade, o príncipe exilado só tem uma certeza: ele não vai descansar enquanto não trouxer Mare de volta.
Autor(a): Victoria Aveyard | Editora: Seguinte | Páginas: 552 | Ano de lançamento: 2017

Este é o terceiro livro da série A rainha vermelha

Acredito que será difícil não contar o que aconteceu nos livros anteriores, ainda mais que a própria sinopse já entrega alguns fatos. Mas pode ficar tranquilo, nada que seja peça chave para a trama será revelada nesta resenha.

Mare, a cara da revolução e vista por muitos como líder de um movimento que busca retirar a soberania das mãos dos que possuem sangue prateado, precisará passar por algumas provações. Distante de seus aliados e agora presa no castelo, ela viverá um dia após o outro sem saber o que o destino lhe reserva.

O jovem rei sabe que o certo seria eliminá-la, mas acaba recuando por falta de coragem. Esta escolha poderá trazer à tona sua maior fraqueza e algumas verdades até então escondidas de todos. Não sei dizer ao certo o que vi nele, mas em alguns momentos, apesar de toda maldade, consegui sentir pena. A história de Maven é melhor contada nesta sequência e as dificuldades que precisou enfrentar justificam algumas de suas atitudes.

Por outro lado, Mare parece um pouco mais chatinha que nos livros anteriores. A moça revolucionária, destemida e forte, passa por momentos de confusão e insegurança que não foram capazes de agregar algo à história. Por incrível que pareça, suas fraquezas não a tornaram mais humana. A sensação era de que ela estava se tornando tão vazia e estrategista quanto os reis que tanto abomina.

Quem conhece a escuridão faz qualquer coisa para permanecer na luz.

Neste livro há uma narrativa intercalada, que me deixou um pouco decepcionada. Em alguns momentos o leitor verá os fatos pelos olhos da protagonista, em outro se deparará com situações que se passam em um lugar mais distante e que são contatas por Cameron, uma personagem sem carisma e que não se mostra tão importante à trama. Porém não posso deixar de enaltecer a narrativa de Evangeline, que na minha humilde opinião foi uma das poucas personagens que não perdeu sua essência e mostrou finalmente seu potencial e importância para a história.

A trama continua sendo bem desenvolvida, peças que se encaixam e personagens que representam bem o seu papel, porém sinto que faltou um envolvimento maior entre o livro e eu. Continuo acreditando que esta é uma série muito boa, porém este não é o melhor volume dela. 

Apesar desta insatisfação com alguns detalhes da história, tenho interesse em ler o próximo livro. Estou curiosa para saber o futuro destes personagens e da revolução criada por eles, além de que eu espero ver uma exploração ainda melhor da Evangeline, que até então estava um pouco em segundo plano e se mostrou mais interessante que a própria protagonista.





Resenhas publicadas da série A rainha vermelha:

1- A rainha vermelha
2- Espada de vidro



7 comentários

Comentários
7 Comentários
  1. Olá, eu sinceramente amei ler a rainha vermelha, estou com o segundo livro aqui e não sei porque não peguei ele ainda o livro intenso e cheio de acontecimentos, me lembro que virei a noite lendo ele, você me lembrou que tenho preciso ler o restante, adorei saber mais sobre a prisão do rei também preciso dele rs, beijos!

    ResponderExcluir
  2. Hey, Alessandra!

    Tenho lido muitas resenhas elogiosas sobre essa trilogia, e já percebi que você também gostou muito, mas eu não consigo me interessar, ando meio enjoada de premissas desse tipo.
    Por ora, vou deixar a dica passar.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Oi tudo bem?

    Diferente de você eu li o primeiro livro - na verdade abandonei, e não curti tanto assim rainha vermelha mas ainda darei a chance algum dia.

    Beijos,

    www.leitorunicornio.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Olá, eu só li o primeiro livro por enquanto, mas tinha gostado bastante dele. Pela sua resenha, acho que devo continuar esperando todos os livros serem lançados para ler tudo de uma vez.

    ResponderExcluir
  5. Eu li o primeiro livro dessa série e não gostei de nenhum personagem, o que me desanimou para continuar lendo. Por isso, nem me aventurei nos outros livros..
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  6. Oi, Alessandra!
    Já vi vários comentários elogiando essa série, mas ainda não tive vontade de ler. Gosto do gênero então sei que é uma leitura que me agradaria só ainda não encontrei o momento certo para ler. Assim que possível quero conhecer a história.

    Beijos,

    Rafa - Fascinada por Histórias

    ResponderExcluir
  7. Olá,
    Sendo sincera eu não esperava que fosse me apegar tanto neste livro, porém a forma como o poder é retratado aqui, como uma droga que faz mal mas todos desejam ardentemente, me conquistou. Algo que gosto muito nesta saga é que entendo o que eles pensam e como agem, mas isso não impede de que às vezes seja surpreendida com algo além do que eu esperava no enredo e isso é ótimo.

    Debyh
    Eu Insisto

    ResponderExcluir