O escravo de capela

Publicado por 11.9.17


Sinopse: Durante a cruel época escravocrata do Brasil Colônia, histórias aterrorizantes baseadas em crenças africanas e portuguesas deram origem a algumas das lendas mais populares de nosso folclore.Com o passar dos séculos, o horror de mitos assustadores foi sendo substituído por versões mais brandas. Em “O Escravo de Capela”, uma de nossas fábulas foi recriada desde a origem. Partindo de registros históricos para reconstruir sua mitologia de forma adulta, o autor criou uma narrativa tenebrosa de vingança com elementos mais reais e perversos. Aqui, o capuz avermelhado, sua marca mais conhecida, é deixado de lado para que o rosto de um escravo-cadáver seja encoberto pelo sudário ensanguentado de sua morte. Uma obra para reencontrar o medo perdido da lenda original e ver ressurgir um mito nacional de forma mais assustadora, em uma trama mórbida repleta de surpresas e reviravoltas.
Autor(a): Marcos DeBrito | Editora: Faro | Páginas: 288 | Ano de publicação: 2017

Neste livro o leitor será apresentado a uma realidade dura e cruel, onde pessoas eram escravizadas e sofriam constantes maus tratos. Esteja preparado para dar de cara com uma narrativa direta, sem floreios e que promete uma atmosfera tensa e forte.

De um lado uma bela casa de uma família branca, um capataz que se diverte ao ver sofrimento e um dono de propriedade disposto a fechar os olhos para a crueldade se isso lhe gerar dinheiro. De outro uma senzala cheia, sem conforto, onde pessoas eram amarradas para não fugir e que sequer eram donas de seus próprios nomes.

Em meio a esta dura realidade surge um escravo novo, que sequer consegue compreender a língua local, sendo castigado constantemente por não obedecer as normas que não conhece. Sabola é um jovem disposto a fugir e fará tudo que estiver ao seu alcance para se tornar um homem livre.


A busca pela liberdade pode parecer linda aos olhos de quem está distante, porém ela é tão sofrida e difícil quanto a aceitação pela condição imposta. O protagonista determinado não desistirá de seus ideais, tão pouco abaixará sua cabeça a quem quer que seja, mesmo que isso represente sua sentença à morte.

Talvez você esteja pensando que acabei de liberar um spoiler, mas acredite, este é apenas o começo de uma história intensa e envolvente, que tem muito a oferecer ao leitor que estiver disposto a abrir seus olhos para tamanha dor e para a vingança que surge com ela. 
As doze badaladas que tocaram no bater da meia-noite soaram como sinos de uma imponente torre gótica mal-assombrada para torturar ainda mais a sanidade arruinada.
A sede por vingança e a promessa de que voltaria para libertar os demais escravos, fazem com que Sabola supere até mesmo a morte e se torne uma lenda que até hoje se comenta, talvez na atualidade a gente pense neste personagem como apenas um menino que apronta, mas nesta releitura ele é muito mais que isso, é um justiceiro que merece toda atenção.

Abra sua mente e veja uma nova história sobre o Saci, esqueça a traquinagem que o Sítio do Pica Pau Amarelo vem apresentando durante anos. Conheça um homem sedento por vingança e que pode ser tão assustador e terrível quanto as pessoas que lhe causaram a morte.




12 comentários

Comentários
12 Comentários
  1. O livro é bem emocionante pois fala da escravidão, os escravos sofreram muito como escravos. O livro é daqueles que deixa o leitor bastante ligado na história. O autor Marco relatou esse tema muito verdadeiro, bjs.

    ResponderExcluir
  2. Nunca li esse. Livro, mas o tema é muito bom.
    Essa foi una época terrivel da historia, um periodo negro..escravaturaé sempre um tema chocante, são histórias cada uma pior q a outra

    ResponderExcluir
  3. Nunca li esse. Livro, mas o tema é muito bom.
    Essa foi una época terrivel da historia, um periodo negro..escravaturaé sempre um tema chocante, são histórias cada uma pior q a outra

    ResponderExcluir
  4. Gosto de livros assim, que mostrem a verdade e que tocam o leitor. Eu ando um pouco preguiçosa para as leituras, você reacendeu a minha vontade de ler.

    ResponderExcluir
  5. Não conhecia esse livro. Não lembro de ter lido nada nesse estilo. Achei bem interessante. Gostei da resenha.

    ResponderExcluir
  6. Nossa que legal parabéns pela a resenha , não conhecia o livro mais deu vontade de ler .

    ResponderExcluir
  7. Não é muito meu tipo essas temáticas sombrias e folclore também não é minha cara. Sua resenha foi excelente, bem feita
    Blog ArroJada Mix

    ResponderExcluir
  8. nunca li esse livro, mas o tema é bem marcante, a sua resenha, acho que esse livro deve ser daqueles que você não vê a hora passar. parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
  9. Faz muito tempo que não leio livros com essa temática, você resenhou tão bem que deu vontade de ir comprar o livro agora, parabéns!

    ResponderExcluir
  10. Imagino que seja uma leitura densa, afinal falar da escravidão deve mexer muito com a nossa emoção ... gostei da indicação do livro!
    Bjs (•‿•)

    ResponderExcluir
  11. Nossa me parece um livro emocionante. Eu sou uma doida por livros..as ferias estão chegando e logo vou poder ler outras coisas.

    ResponderExcluir
  12. Nossa que massa esse livro. Acho muito legais histórias assim do Brasil colônia, escravos e achei o livro muito lindinho. Adorei a resenha bjs

    ResponderExcluir