It: A coisa

Publicado por 7.9.17

Sinopse: Durante as férias escolares de 1958, em Derry, pacata cidadezinha do Maine, Bill, Richie, Stan, Mike, Eddie, Ben e Beverly aprenderam o real sentido da amizade, do amor, da confiança e... do medo. O mais profundo e tenebroso medo. Naquele verão, eles enfrentaram pela primeira vez a Coisa, um ser sobrenatural e maligno que deixou terríveis marcas de sangue em Derry. Quase trinta anos depois, os amigos voltam a se encontrar. Uma nova onda de terror tomou a pequena cidade. Mike Hanlon, o único que permanece em Derry, dá o sinal. Precisam unir forças novamente. A Coisa volta a atacar e eles devem cumprir a promessa selada com sangue que fizeram quando crianças. Só eles têm a chave do enigma. Só eles sabem o que se esconde nas entranhas de Derry. O tempo é curto, mas somente eles podem vencer a Coisa. Em 'It - A Coisa', clássico de Stephen King em nova edição, os amigos irão até o fim, mesmo que isso signifique ultrapassar os próprios limites.
Autor(a): Stephen King | Editora: Suma | Páginas: 1103 | Ano de lançamento: 2014

Alguém aqui nunca ouviu falar em Pennywise? Para os que ainda não o conhecem, e desejo que nunca o vejam pessoalmente, vou descrevê-lo de uma forma simples, personificação do mal.

Podendo ter a imagem de um palhaço ou de qualquer outra figura que lhe cause meno, A COISA está presente em tudo que há de ruim, causando medo, insegurança e morte. Ninguém está a salvo enquanto ele estiver vivo, mas há um problema, como destruir algo que não se sabe o que realmente é? 
O terror, que só terminaria 28 anos depois (se terminasse), começou, até onde sei ou consigo saber, com um barco feito de uma folha de jornal flutuando por uma sarjeta cheia de água da chuva.
Há muitos anos um grupo de crianças buscou respostas e vingança pelas mortes causadas em Derry. Crianças sumiam, outras apareciam mortas sem partes do corpo, o medo se mostrava presente em todo canto e a insegurança tomava conta da pequena cidadezinha.


Se algo de terrível acontecer, se visões passam a assombrar as pessoas e acidentes acontecem de forma trágica, acredite, A COISA está presente de alguma forma. 

O que ele viu então era terrível o bastante para fazer suas piores fantasias da coisa no porão parecerem doces sonhos; o que ele viu destruiu sua sanidade em um golpe de uma garra.
Já adultos, esse grupo precisará se reencontrar para terminar a vingança que começaram há quase trinta anos. E será através deste reencontro, das memórias ocultadas durante todo este tempo, que o leitor poderá realmente conhecer um pouco sobre Pennywise, digo que é um pouco, pois sua existência é mais complexa do que se pode imaginar ao iniciar a leitura.

As mais de mil páginas desta história reservam uma narrativa intensa, pesada, assustadora e por vezes exagerada, onde diversas situações e diálogos cruéis acontecem sem necessidade. Há um parte nesta história, mais próxima ao final (que não contarei qual é) que me deixou incomodado. Mesmo após ver diversos trechos fortes e inúteis para o desenvolvimento da drama, foi apenas ao chegar nas últimas páginas que o exagero me causou incômodo. 


Stephen King segue sendo um bom autor, que se destaca pelas cenas bem descritas e por todo sangue que pode jorrar pelas páginas. Com personagens muito bem construídos e uma trama que promete prender o leitor, a obra traz o que há de mais cruel.

Por este motivo se você é do tipo que não aguenta sequer imaginar crianças morrendo, homossexuais sendo agredidos, mulheres apanhando até quase morrerem, entre outros momentos tensos, talvez deva manter distância de IT: A COISA, mas cuidado, Pennywise pode não querer ficar longe.



9 comentários

Comentários
9 Comentários
  1. Esse é o tipo de livro que eu devo manter distância hahaha
    primeiro que eu não leio/vejo nada de terror com raras exceções para algo mais leve, beeeem leve mesmo! hahaha

    Fiquei curiosa pois não sabia que o grupo se conhecia quando criança e depois retornam adultos, no trailer aparecem apenas crianças( trailer esse que eu vi uma vez um pedaço e quase morri x.x)

    Mais de mil páginas? :O caramba...

    Beijos!
    https://tamigarotaindecisa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá!! Amo livros grandes e que contam longas histórias, e já tem um tempo que estou ouvindo falarem muito bem desse livro. Gostei muito da sua resenha. Eu não leio nada de terror, além de ser um pouco medrosa para isso não estou numa "fase tão boa" para leituras que me assustam rrsrsr
    Beijocas.

    www.meumundosecreto.com.br

    ResponderExcluir
  3. Não leio e não assisto. Desculpem-me, mas não. Não é mesmo meu tipo de livro, acho que me assustaria demais. Mas que bom que tanta gente ama essa história.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  4. Oi Mayco,
    Até hoje só li um livro do King que foi O Iluminado. Quera muito ler It, mas fico desanimada por causa do tamanho. Um dia tomo coragem! O livro me parece realmente muito bom, como todas as obras do autor.
    Beijos
    Blog Relicário de Papel

    ResponderExcluir
  5. eu gosto do filme, quero ver esse novo que tá no cinema e já falaram que é ótimo, mas ainda nao tive chance de ler o calhamaço TT_TT
    sonho de consumo ter esse livro na estante e poder fazer a leitura dele <3
    bjs...

    ResponderExcluir
  6. Olá, eu tenho um pouco de dúvida se leio ou não esse livro, depois da sua resenha estou mais em dúvida ainda, pois recentemente quase desisti de ler um livro de 800 páginas justamente por achar que havia partes desnecessárias, e se IT tem ainda mais páginas, acho que pode surgir a mesma vontade de abandonar a leitura.

    ResponderExcluir
  7. Eu quero muito, muito, muito mesmo ler esse livro. Adoro o filme original de It e desde que o vi tenho vontade de ler a história, só que ainda não tive oportunidade. Vamos ver se consigo ler ainda este ano.

    ;*

    ResponderExcluir
  8. Olá Mayco, eu quero muito ler esse livro, o enredo parece ser muito bom com um bom clima de terror *--* Adorei a resenha.

    ResponderExcluir
  9. Olá. Tô com muita vontade de ler, principalmente depois do filme ser lançado. Comecei mas não terminei e adorei a escrita do King, ele realmente prende o leitor. Adorei a resenha.

    Beijos!

    ResponderExcluir