O triturador

Publicado por 3.7.17


Sinopse: Para encontrar o assassino, ele teve de se tornar um. Após encontrar o pai espancado até a morte, a vida monótona de Finn Maguire vira de cabeça para baixo. Principal suspeito do crime, o garoto de 17 anos, disléxico e com passagem pela polícia deve correr contra o tempo para limpar seu nome e descobrir quem odiava seu pai a ponto de mata-lo. À procura de respostas, Finn se infiltra no sórdido e brutal submundo de Londres, onde enfrenta novos perigos a cada passo e onde obscuros segredos familiares o levam a perceber que as pessoas em que mais confia são as que podem golpeá-lo com mais força.
Autor(a): Niall Leonard | Editora: Bertrand Brasil | Páginas: 320 | Ano de lançamento: 2017 | Compre aqui: Amazon

Finn é um adolescente sem grandes perspectivas para o futuro, trabalha como atendente em uma lanchonete, vive uma casa humilde com seu pai, um ator fracassado que passava seus dias escrevendo roteiros horríveis. Ao olhos do adolescente, sua vida é medíocre e a presença de seu pai só a torna pior, afinal, o jovem o vê como um peso inútil, incapaz de sustentar a própria casa após o abandono de sua esposa.
Apesar de não estar satisfeito com sua vida, Finn não imagina qualquer tipo de mudança positiva, tão pouco se empenha para isso. Porém sua vida vira de cabeça para baixo ao voltar para casa e encontrar seu pai morto.

Ao se tornar o principal suspeito do assassinato, o protagonista desta história precisa correr contra a tempo se quiser provar que é inocente, já que as poucas provas existentes podem incriminá-lo.

É esta busca pela verdade que prende o leitor a cada novo capítulo, pois a verdade não será descoberta de imediato, há muito caminho a percorrer e muito risco a encontrar em busca da solução para este crime terrível.
Como poderia estar tudo bem? Eu era um analfabeto funcional que havia completado o ensino médio, preso a um subemprego que não me levaria a lugar algum, e ele, um zé ninguém que passava os dias escrevendo um roteiro que nunca terminaria e que ninguém leria se terminasse.
Mesmo sendo considerado uma pessoa burra, Finn mostra que pode ser muito esperto caso tenha vontade. Sua determinação é algo a ser invejado, pois mesmo nos momentos em que poderia ter desistido e aceitado seu destino, o jovem se ergue e vai atrás do assassino do pai.

O autor reservou algumas reviravoltas nesta trama que me surpreenderam, pois se encaixavam muito bem ao mistério e faziam muito sentido, porém não há aquele envolvimento ao ponto de tirar o fôlego do leitor. Há ação suficiente para não entediar, porém a mesma é um tanto quanto superficial, sendo capaz de atender as expectativas dos apaixonados pelo gênero, mas dificilmente será mais do que o leitor esperava.




9 comentários

Comentários
9 Comentários
  1. Olá Alessandra, tudo bem?

    Faz tempos que não acompanho os lançamentos dos livros, mas achei este thriller bem bacana. Não tenho costume de ler livros assim, mas quem sabe não gosto, não é mesmo?

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Não sei se é o tipo de leitura que eu curtiria, para ser sincera. Acho que me irritaria um pouco.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  3. Olá!!!
    Ainda não conhecia o autor, e fiquei super curiosa para conhecer a escrita dele, gostei bastante da premissa desse livro. Fico triste que não seja uma trama envolvente.
    Bjs

    https://blog-myselfhere.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Engraçado como uma sinopse engana né? Imaginei que seria uma leitura envolvente daquelas de ler numa sentada rs
    Bem, nem vou anotar!
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Eu assim,Gostei da sinopse eu até curti ele é um livro que eu pegaria pra ler para saber como ele é e se eu realmente iria gostar,bom pela sinopse eu gostei rsrs.

    ResponderExcluir
  6. Oi Alessandra, tudo bem?
    Eu ainda não conhecia o livro, porém, o enredo não despertou muito minha curiosidade. Eu tenho uma relação de amor e ódio com livros de suspense e acredito que esse não é exatamente o estilo que eu gosto.
    De qualquer forma, fico feliz que o autor tenha reservado reviravoltas para a história e que o livro tenha um pouco de ação também. Deve ser uma leitura dinâmica e acho que os fãs do gênero devem gostar mesmo.
    Gostei da resenha e que bom que você curtiu a leitura.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Olá,
    Fiquei um tanto chateada pelo fato de Finn ser considerado uma pessoa burra por ser disléxico! A pessoa pode ter sim uma certa dificuldade de aprendizado!
    Enfim, desconhecia a obra e achei a premissa bem interessante de modo que fiquei curiosa para saber como Finn irá conseguir provar sua inocência e ainda encontrar o assassino de seu pai. Quem será que o odiava tanto assim para fazer tal ato?!
    Adorei a resenha e espero poder fazer a leitura em breve.

    LEITURA DESCONTROLADA

    ResponderExcluir
  8. Oi Alessandra,
    Deve ser aquele livro que a gente não acha ruim depois de ler, mas que também não se sente motivado para ler.
    Vou deixar a dica passar.
    Beijos,
    André || Garotos Perdidos

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bem?
    Já li uma outra resenha deste livro e não curti muito, como vc mesma disse que não é um livro de tirar o fôlego, por isto acho difícil que me prenda na leitura.
    Gostei muito da sua resenha!
    Beijos, Larissa (laoliphant.com.br)

    ResponderExcluir