Garota em pedaços

Publicado por 12.7.17


Sinopse: Além de enfrentar anos de bullying na escola, Charlotte Davis perde o pai e a melhor amiga, precisando então lidar com essa dor e com as consequências do Transtorno do Controle do Impulso - um distúrbio que leva as pessoas a se automutilarem. "Viver não é fácil". Quando o plano de saúde de sua mãe suspende seu tratamento numa clínica psiquiátrica - para onde foi após se cortar até quase ficar sem vida -, Charlotte Davis troca a gelada Minneapolis pela ensolarada Tucson, no Arizona (EUA), na tentativa de superar seus medos e decepções. Apesar do esforço em acertar, nessa nova fase da vida ela acaba se envolvendo com uma série de tipos não muito inspiradores.
Autor(a): Kathleen Glasgow | Editora: Planeta | Páginas: 384 | Ano de Lançamento: 2017 | Compre aqui: Amazon

Antes de qualquer coisa preciso deixar um aviso, este livro possui uma história forte, porém muito real, que pode não ser a melhor opção para algumas pessoas. O leitor encontrará momentos de dor e sofrimento nestas páginas, então caso você seja do tipo que se abala com situações reais e duras como automutilação, suicídio e uso constante de drogas, talvez esta não seja uma boa opção de leitura.

Para os que se sentem preparados, deixo um outro aviso. Vocês não irão se arrepender, pois todo o sofrimento dos personagens, em especial o da protagonista, são descritos de forma clara, sem exageros ou romantização, ao ponto de que tudo pareça ser real e que todos sejam muito humanos.


Charlotte é uma jovem que enfrentou alguns problemas na vida, perdeu seu pai, sua melhor amiga e sua mãe não parece conseguir cuidar dela, o que a faz morar na rua e passar por situações complicadas e duras, que mostram para a adolescente de apenas 17 anos que a vida é mais complexa do que se pode imaginar.

Ao passar por uma experiência de quase morte, Charlie vai para uma clínica psiquiátrica e lá conhece algumas pessoas que marcarão sua existência. Tida como tímida e calada, a jovem aos poucos precisa aprender a se defender e se proteger sem contar com ajuda dos outros, já que seu período de tratamento é interrompido pela falta de dinheiro para mantê-la na instituição.

Sozinha novamente, sem apoio psiquiátrico e sem família, Charlotte viaja para outro estado, já que o único no mundo disposto a ajudá-la é um amigo que não vê há um bom tempo. Esse recomeço será marcado por dificuldades, não há um conto de fadas, nem mesmo a falsa ideia de que tudo será perfeito e que um príncipe encantado surgirá para salvar a princesa. Pelo contrário, há um romance conturbado, beirando um relacionamento abusivo, onde nem mesmo o lado bom é suficiente para suprir os maus momentos.
Ela não é um biscoito, nem um livro, nem um disco em uma prateleira. Você não pode brincar com ela e depois colocar de volta ao lugar.
De forma sincera e delicada, a autora desenvolveu uma história rica demais, daquelas que nos deixam com o coração apertado, com desejos de que tudo melhore e com sorriso no rosto a cada conquista, por menor que seja, da protagonista e de seus amigos. 

Me aproximei demais de Charlie e ouso dizer que me senti sua amiga, que queria dar conselhos, segurar sua mão em alguns momentos que lhe causariam recaída e lhe dando abrigo quando parecia que não teria um teto.

Enfim, o livro é magnífico, delicado na medida certa, mas ao mesmo tempo intenso e forte. Não há cenas desnecessárias e exageradas com o intuito de chocar o leitor, mas sim situações na medida certa ao ponto de tornar tudo muito concreto e real.

A autora se preocupou tanto em criar uma obra completa, que ao final há uma nota da mesma contando que sua história é muito parecida com a de sua protagonista. Na última página há também orientações de onde procurar ajuda.
A história de Charlie Davis é a história de mais de dois milhões de jovens mulheres nos Estados Unidos. E essas jovens vão crescer, como eu cresci, carregando a verdade do nosso passado no nosso próprio corpo.
Permita-se acompanhar Charlie, deseje sua vitória e a abrace quando for preciso, mas não deixe de se aproximar de sua história!



18 comentários

Comentários
18 Comentários
  1. Oiii Alessandra tudo bem?
    Esse livro parece ser bastante envolvente, creio que traz um assunto um tanto polêmico que é até taxado em debates e redes sociais, porém, fiquei bem curiosa para saber como a personagem irá se comportar e quais esses tipos que vai encontrar durante o enredo, a está linda, adorei a capa.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Oi, Alessandra! Tudo bem?
    Pelo que entendi, é um livro bem forte e denso. Me interessei pela premissa dele, eu acho que é um tipo de assunto que deve ser abordado e discutido entre as pessoas.
    Mas, ao mesmo tempo, achei brilhante você ter colocado o aviso que esse livro não é para todo mundo. Realmente, algumas pessoas podem encontrar "gatilhos" em livros desse tipo (estilo Os 13 Porquês). Sua resenha foi ótima, parabéns!
    Bjs
    Por essas páginas

    ResponderExcluir
  3. Eu estou muito curiosa com esse livro e achei a sua resenha muito boa, desde o aviso lá no começo até o final dela. Acredito que seja uma leitura que possa incomodar em alguns momentos, mas acho que não ao ponto de me fazer largar o livro, só o impacto das cenas fortes mesmo.

    ResponderExcluir
  4. Olá, Alessandra! Tudo bem?

    Eu não conhecia esse livro, fiquei curioso, pois a sua resenha ficou muito boa. O livro parece ser ótimo, gosto de leituras densas, reflexivas e envolventes, parece que o livro consegue levar isso tudo ao leitor. Dica anotada!
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Eu já vinha namorando essa capa um tempinho, mas não tinha lido sobre o que era exatamente. Fiquei bem curiosa pra conhecer essa trama e principalmente por ter bastante da vida da autora nessas páginas. Sem dúvidas vou buscar pra ler logo.
    Adorei a dica!
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  6. Parece ser um livro intenso por tratar de temas tão fortes.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  7. Nossa, que resenha maravilhosa! Adorei! Estou impressionada com a história desse livro!! =O
    Quero lê-lo com certeza, adoro romances que trazem reflexão e realidade na medida certa, dica anotada!! Obrigada!!

    ResponderExcluir
  8. Oii, tudo bem?
    Não conhecia a obra, mas acho que não leria algo assim no momento. A temática é bem forte e não é algo que procuro no momento, ainda mais por já ter passado por essas situações. Fico feliz que tenha gostado e que tenha trazido a resenha até nós, mas vou passar a dica.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Olá!! :)

    Eu confesso que não conhecia este livro mas ainda bem que gostaste de fazer esta leitura assim tanto!! :)

    Enfim, acho que é ótimo que o livro seja delicado na medida certa e que o livro seja tao completo assim!

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  10. Olá, acho que essa é a primeira resenha que leio desse livro e já quero muito lê-lo. Eu gosto de obras do gênero e me parece que essa é uma leitura bem intensa. A situação vivida por Charlotte é bem complicada.

    ResponderExcluir
  11. Olá Alessandra, quando alguém me pergunta sobre esse livro eu fico emocionada. Charlotte é uma guerreira e gostei muito do final dado a personagem. É o tipo de livro que fica uma reflexão das atitudes que tomamos na vida. Bjkas

    ResponderExcluir
  12. Oi, tudo bem?
    Achei legal você colocar o aviso.
    Não conhecia o livro, mas no momento eu não leria por estar mais sensível emocionalmente que o de costume.
    Bjs

    ResponderExcluir
  13. Esse tipo de leitura é complicada pois muitos se impressionam com os acontecimentos. Boa noite.

    ResponderExcluir
  14. Oi
    Meu medo era justamente o que encontraria nesse enredo, mas já que você disse que não há cenas tão chocantes, vou dar uma chance.
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Oi!
    Esse não é o tipo de livro que costumo ler mas fiquei de certa forma encantada com a protagonista e sua história emocionante e cheia de vontade de saber mais. Deve ser uma leitura em rica, tanto em sentimentos quanto em informações e por isso achei uma dica valiosa.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  16. Oi.
    Essa capa já sugere uma história bem forte, e apesar disso acho sempre bom fazer a leitura para refletir e procurar entender situações desse gênero. Muitas vezes julgamos algumas atitudes das pessoas sem saber o que se passa em suas vidas, o porquê de elas agirem assim.
    Um livro forte e necessário. Obrigada pela dica 😘

    ResponderExcluir
  17. Olá, tudo bem? Acho que essa capa engana bem, porque você não espera uma história cheia de sentimentos e tão forte assim. Gostei e já vinha desejando ele tem um tempinho. Sua resenha só reforçou o que já sabia: quero ler. Adorei!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  18. Ola,

    Morro de curiosidade em conhecer essa história, mas por já saber que há possíveis gatilhos no enredo, é que ainda não li. Adoro essas temáticas mais densas, porém é preciso estar num ótimo momento para lê-las, pois às vezes pode ser bem difícil lidar com algumas cenas. Sua opinião sobre a obra só fez minha ansiedade crescer, espero ler logo esse livro.

    Beijos,
    http://entreoculoselivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir