Apenas um garoto

Publicado por 29.8.16

Sinopse: Rafe saiu do armário aos 13 anos e nunca sofreu bullying. Mas está cansado de ser rotulado como o garoto gay, o porta-voz de uma causa.
Por isso ele decide entrar numa escola só para meninos em outro estado e manter sua orientação sexual em segredo: não com o objetivo de voltar para o armário e sim para nascer de novo, como uma folha em branco. 
Autor(a): Bill Konigsberg | Editora: Arqueiro

Rafe é um adolescente homossexual, não teve problemas para contar para a família, sua mãe até mencionou que já sabia e que estava apenas esperando que ele se sentisse a vontade com esta descoberta. Poderia ser o sonho para qualquer adolescente, ser aceito, compreendido, acolhido e sem qualquer tipo de recriminação, mas isso não era suficiente para o protagonista, ele precisava ser visto como um garoto normal, sem o rótulo que ganhou após se assumir.
Eu não queria mentir; só não queria ser o garoto cuja característica principal era gostar de garotos.
Mesmo sem qualquer tipo de bullying, Rafe se incomodava por ser conhecido como "o garoto gay", queria apenas ser "o Rafe". Mas como fazer isso em uma cidade onde todos lhe rotulam? Como ser apenas um garoto em meio aos outros?

Pensando nisso Rafe decidiu ir para uma escola só para garotos, longe de casa, onde ninguém saberia o rótulo que ele carregava consigo desde que se assumiu publicamente.

Bom, não direi se o plano de Rafe deu certo ou não, acredito que você gostará de descobrir isso durante a leitura, mas posso adiantar que essa trajetória é incrível, repleta de pessoas que ainda não se conhecem ou que tentam não mostrar quem são. 

A narrativa é tranquila, sem frescura ou enrolação. O autor construiu um livro com personagens complexos, interessantes e com uma ligação muito boa, ninguém está ali só para enfeite.

 

18 comentários

Comentários
18 Comentários
  1. Acho que por ter um amor imenso por romances de época, principalmente, não me sinto cativada por histórias nesse estilo. Parece que elas são contadas de uma maneira mais forçada, pesada. De qualquer forma, o livro parece ser interessante, afinal, não se pode julgar um todo porque um ou outro não te agradou né? rs. Gostei da sinopse e dos seus pontos sobre a história ♥ Tem um nesse estilo que gosto bastante, que é Will e Will. Acho que foi um dos únicos até hoje que me encantou.

    ResponderExcluir
  2. Ainda não conhecia esse livro mas gostei muito da resenha. Adorei a indicação.
    Bjus
    Jaque
    www.quebreiaregra.com.br

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia o livro, mas pela sua resenha bateu uma curiosidade para ler!

    ResponderExcluir
  4. Que interessante esse livro, naõ conhecia e fiquei super curiosa pra ler!

    Blog: www.iathilamarques.com.br/
    Instagram: instagram.com/iathilamarques
    Fanpage: https://www.facebook.com/MakesAfinsByIathilaMarques

    ResponderExcluir
  5. Gostei do enredo e da história, por mais que não seja meu estilo de leitura. Eu vejo o rótulo "o garoto gay" como uma forma de bullying, mas a ideia vai depender de como o autor colocou na história né? Gostei da resenha.

    ResponderExcluir
  6. Não conhecia esse livro e gostei como ele aborda o ponto de vista do personagem. É uma historia totalmente diferente do que estou acostumada a ler

    ResponderExcluir
  7. Gostei muito da sua resenha! Agora fiquei com vontade de ler o livro para conhecer mais a história!!

    Bjs!!

    ResponderExcluir
  8. Oi Ale! Adorei sua resenha, fiquei com vontade de ler. Muito legal esses temas para acabar com preconceitos de todas as formas.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Pronto, agora fiquei curiosa para saber o que aconteceu com Rafe, será que ele foi descoberto na escola como o garoto gay, ou simplesmente ele virou o garoto comum que ele tanto queria ser ... Ai quero ler ...

    ResponderExcluir
  10. Eu li vários livros com a temática LGBT nos últimos tempos e (quase) sempre que vejo a indicação de um novo fico curiosa pra ler...
    Não consegui visualizar aqui na minha cabeça qual seria o final dele e nem qual final eu ia achar legal, é o tipo de livro que tem que ler pra saber!

    ResponderExcluir
  11. Que demais! Já tinha visto o título desse livro porém não sabia do que se tratava. Nossa, fiquei muito curiosa para ler! Parece ser um livro ótimo e com certeza quem já sofreu bullying irá se identificar. Já coloquei na minha listinha de leitura!
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Gente do céu que resenha maravilhosa! Eu tô louca pra ler esse livro. Toda vez que passo por ele na saraiva tenho que me segurar pra não comprar (esse ano eu já comprei mais de 60 livros, não dá mais, não tem mais $$).
    Entre cartas e amores ♥

    ResponderExcluir
  13. adorei essa dica!
    amo um livro novo, com historias diferentes!

    Kisses!
    Blog Sem Desperdício!

    ResponderExcluir
  14. Me ganhou quando falou que os personagens são bem construídos <3 Achei bem legal o modo que você descreveu como ele resolve mudar de escola para se reinventar. Beijão

    ResponderExcluir
  15. FIQUEI MUITO CURIOSA,POIS AMOO LER,SOU APAIXONADA POR LIVROS...
    BJS
    http://christine-blogdosligados.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. super amei o post. Fiquei curiosa para ler. Beijos.

    ResponderExcluir
  17. Não conhecia esse livro, fiquei curiosa para ler, mas um para a listona de desejos <3
    besitos

    www.blogmeamarro.com

    ResponderExcluir
  18. Gostei da resenha a narrativa parece ser livre e o que me encantou foi a desconstrução que o personagem principal procura de não ser somente o cara que é gay durante o desenrolar da história

    ResponderExcluir