A culpa é das estrelas - Filme

Publicado por 15.1.16


Sinopse: Diagnosticada com câncer, a adolescente Hazel Grace Lancaster (Shailene Woodley) se mantém viva graças a uma droga experimental. Após passar anos lutando com a doença, ela é forçada pelos pais a participar de um grupo de apoio cristão. Lá, conhece Augustus Waters (Ansel Elgort), um rapaz que também sofre com câncer. Os dois possuem visões muito diferentes de suas doenças: Hazel preocupa-se apenas com a dor que poderá causar aos outros, já Augustus sonha em deixar a sua própria marca no mundo. Apesar das diferenças, eles se apaixonam. Juntos, atravessam os principais conflitos da adolescência e do primeiro amor, enquanto lutam para se manter otimistas e fortes um para o outro.
Durante um bom tempo eu fugi deste filme. Isso mesmo, enquanto tantos falavam sobre ele, eu me escondia e me recusava a assistir. O motivo era bem simples, a minha decepção com o livro. Quando soube do lançamento do livro criei enormes expectativas que nem de longe foram atendidas. Fãs do John Green me desculpem, mas a escrita do autor me cansa e entedia. Como não me emocionei da forma que esperava, acabei mantendo distância do filme.

Essa implicância acabou recentemente quando, por falta de opções, acabei assistindo ao filme na TV e posso afirmar, sem dúvida alguma, que desta vez minhas expectativas foram excedidas. Shailene, que interpreta a protagonista, conseguiu me envolver e me comover. Senti toda aquela emoção que o livro não me proporcionou e parte disso se deve à atriz, que na minha humilde opinião não ficou tão bem em Divergente.


Em relação a história não vi grandes modificações. Claro que o roteirista não seguiu ao pé da letra a obra de John Green, mas nem me importei muito com isso, fiquei tão envolvida com as cenas que em nenhum momento parei para questionar as diferenças entre a adaptação e o livro. Desculpe, se você estava buscando um post de comparações, não vai ser desta vez que irá encontrar!


A sinopse do filme já diz bastante sobre ele, então não pretendo me alongar em relação aos acontecimentos, mas posso garantir que a trajetória destes adolescentes com câncer não arranca apenas lágrimas, mas também suspiros pelo belo romance e um sorriso no rosto por ver que cada dia é uma superação e que eles não se deixam abater facilmente.


Se eu indico o filme? Com certeza! Pegue os lencinhos, a pipoca e aproveite a ótima experiência que este longa proporciona. Divirta-se, suspire e chore se sentir vontade, deixe que A culpa é das estrelas lhe cause todos os sentimentos possíveis. Este não é apenas mais um drama de adolescentes doentes, este é um filme muito bem desenvolvido, com química entre os atores e sem pontas soltas só lhe esperando.

 



9 comentários

Comentários
9 Comentários
  1. Ai eu li o livro e falo a mesma que você, o filme eu não assisti ainda, mais estou louca pra ler.

    beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Eu não li o livro, todos falavam tanto que tive a oportunidade assisti o filme. Não tenho como comparar e nem quero, pois eu amei o filme e torci muito por eles. Ótima dica!
    Bjs.

    ResponderExcluir
  3. Concordo contigo Alessandra, é a primeira vez que um filme supera o livro, eu gostei mais do filme do que do livro em si ... Ambos são bons, mas o filme foi muito melhor!

    Bjos =D
    Minda

    ResponderExcluir
  4. Nunca vi, e nem verei kkkkkkk
    Não gosto de filme pra chorar XD
    bj

    ResponderExcluir
  5. O livro e o filme são ótimos, é uma história linda.
    Beijos | www.beabadabeleza.com.br

    ResponderExcluir
  6. Aí menina tu pensa igual a mim hahah. Todas as pessoas falavam que o livro fazia chorar etc. Não arrancou uma lágrima minha. Fiquei chateada kkk mas o filme adorei!! Não chorei, mas indico muito!!
    www.aidadetaoesperada.com

    ResponderExcluir
  7. Eu vi no cinema e já revi em casa e choro todas as vezes, mas arranca lágrimas de mim é super fácil. O filme ficou muito bem feito mesmo.
    Beijos,
    Cath`s_m.
    http://www.some-fantastic-books.com/

    ResponderExcluir