Seraf e os artefatos místicos: Controlador de mentes

Publicado por 5.11.15

 Sinopse: Em um país há muito esquecido, uma história é relembrada, em lugar onde poderosos guerreiros atuavam para que a paz estivesse sempre em todo canto. Eles, de fato, eram combatentes habilidosos; destros com a espada, calmos e seguros com o arco, e em algo muito especial: eram os poucos entre os habitantes da Terra Próspera que conheciam e lidavam com a Magia Branca. Spardian, um imbatível vilão, possui o mais temível dos poderes que a magia pode conceder. Seraf, nosso jovem herói, terá de viajar com seu mestre, Hako, e Kathrina, enfrentando perigos inimagináveis, jamais relatados pelo homem em quaisquer narrações. Em Rudgart, um estranho acontecimento lançará a sorte dos agentes do bem, e a traição e revolta contidas aqui serão o estopim para esta incrível história, que envolverá você e fará com que, tão cedo, não pare mais de ler.

 Autor(a): Gabriel Edgar | Compre direto com o autor

A história se passa em um tempo muito antigo, na época das guerras com espadas, arcos e flechas, e belíssimas montarias, onde os heróis morriam pelo bem maior. É em meio a essa época, em uma província regida por Lauren, o regente, e comandada pelo Rei Mark, nasceu Seraf, um garoto que estava em idade de escolher sua profissão, e ele escolhe ser monge.

Certo, quando eu li isso fiquei abismada, afinal quem quer ser monge? Mas nesse caso monge é uma espécie de mago poderoso, uma tipo de mago Merlim, podemos dizer que o professor de Seraf, Hako é uma espécie de Merlim do regente da província.

Katrina aparece quando Hako e Seraf mais precisam de ajuda, e isso levanta a suspeita do garoto. Será que a moça seria uma espiã de Spardian? Mas logo os perigos vão surgindo e se mostrando maiores que essa desconfiança. Ao seguir a pista de alguns guardas de Spardian o grupo cai em uma armadilha, e se vê frente a frente com Spardian em uma luta cruel.

Quem quiser conhecer mais desse livro aconselho a ler, é um livro muitíssimo interessante, com aquele ar misterioso que os livros de épocas remotas nos proporcionam, porém é extremamente curtinho. Para quem gosta de ler e não tem muito tempo é um prato cheio, mas eu que adoro ler e sempre acho tempo pra isso senti falta de mais detalhes, cenas mais complexas, mas o livro é bem estruturado e de muito bom gosto, recomendo.


20 comentários

Comentários
20 Comentários
  1. Não gosto muito de livros assim, mas a história é interessante. Pena que você achou ele curtinho rsrsrs.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele é curtinho, mas de muito bom gosto, se encaixa completamente a história, muito interessante bjo

      Excluir
  2. oiii
    nossa
    apaixonada
    (*pera qual é o nem mesmo? onde esta a livraria mais proxima!!! cade o dinheiro... dinheiro... chorando... não tenho dinheiro agora*)
    so com o resumo me conquistou mais a sua resenha!
    quero sair para comprar agora mesmo!
    adoro esse genero!
    tão legal!
    parece incrivel!
    ja entrou na minha listas!!!!
    (≧▽≦)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou flor espero que goste realmente do livro como um todo, e tem o dois se gostar mesmo. bjão

      Excluir
  3. Deu pra perceber que o livro é bem curto, o livro é mais pra infanto juvenil muito interessante a capa do livro com desenhos, é uma história que vai encantar os adulto também, fiquei mega curiosa pelo livro, Jéssica gostei demais da resenha beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostaste da resenha, o livro realmente é mais infanto juvenil, talvez pelo autor ter entre dezesseis e dezessete anos, a historia tem desenhos dentro também, e muito interessante a historia ao todo..
      Bjo

      Excluir
  4. Parece bom, uma linguagem mais prática e fácil de entender
    interessante, as crianças devem gostar mais
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não digo crianças eles não entenderiam o conteúdo dele, mas infanto juvenil, naquela faixa que começa a leitura de tipos específicos vai agradar bastante. bjo

      Excluir
  5. Ñ é muito meu estilo de livro, mas pela história parece ser interessante e boa!!
    Adorei sua resenha ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou da resenha, e pena não ser seu tipo de livro

      Excluir
  6. Não curto muito livros deste gênero, então não sei se iria ler o livro.. Mas pra quem gosta é uma excelente dica.

    Bjo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente e muito bom pra quem gosta da era mais medieval e de uma boa batalha, mas quem sabe da próxima acerto um que você goste ^^

      Excluir
  7. Geralmente eu curto filmes misticos, ainda não li nenhum livro desse tipo, mas acredito que sejam muito melhores que os filmes pois tem mais detalhes ...
    Vou anotar o nome desse Alessandra e guardar, pois gostei da tua resenha, me deixou curiosa ...

    Bjos
    Minda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente os filmes são bons nesse tema, mas o livro traz detalhes muito interessantes e que agregam na história, que bom que gostou da resenha, mas essa é minha e não da Lê.

      Excluir
  8. Apesar de não entrar nas categorias de livro que gosto de ler, esse me pareceu ser muitíssimo interessante. Uma aventura que contagia...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente uma aventura contagiante e interessante demais, pena não ser dos teus favoritos quem sabe da próxima

      Excluir
  9. Não faz meu estilo pra te faar a verdade...
    Livro que eu gosto são mais próximos da realidade...
    Mas sua resenha como sempre 100%
    bjks

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou da resenha, eu sou mais dos livros de ficção e romance mesmo, mas quem sabe acho um mais verídico que você possa curtir um bjo

      Excluir
  10. Bem eu não sou muito de ler mas quando leio gosto de livros com outras categorias, esse parece ser muito bom e sua resenha está ótima.

    www.fikesperta.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou da resenha, bom quem sabe da próxima não resenho um que você goste mais um bjo

      Excluir