A garota que tinha medo - Breno Melo

Publicado por 7.8.15

Sinopse: Marina é uma jovem que faz tratamento para a síndrome do pânico. Às voltas com o ingresso na universidade, um novo romance e novas experiências, Marina tem seu primeiro ataque de pânico. Sua vida vira de cabeça para baixo no momento mais inapropriado possível e então psiquiatras e psicólogos entram em cena. Acompanhamos suas idas ao psiquiatra e ao psicólogo, o tratamento farmacológico e a psicoterapia. Ao mesmo tempo, conhecemos detalhes de sua vida amorosa e sexual, universitária e profissional, social e familiar na medida em que elas são marcadas pela síndrome. Um tema atual. Uma excelente obra tanto para conhecimento do quadro clínico como entretenimento, narrada com maestria e de uma sensibilidade notável.
Autor: Breno Melo | Editora: Chiado 

A história é narrada a partir da visão da protagonista, o que permite ao leitor conhecer melhor as angústias que cercam a personagem, os medos que não consegue controlar, as inseguranças que teimam em persegui-la, enfim, toda a tensão que uma jovem sofre devido a síndrome do pânico.

Marina é uma garota comum, estuda bastante para passar nos vários vestibulares que a mãe lhe inscreveu, vive como maioria dos jovens em meio a redes sociais e constrói relacionamentos virtuais. Quase não se apaixonou, namorou poucos caras, mas não se importa muito com isso. 

A princípio estava com receio de ser apenas uma história de uma menina com problemas psiquiátricos e que o autor se manteria focado na doença. Ainda bem que o Breno não se deteve a isso e conseguiu construir uma personagem concreta, com amigos e com dificuldades comuns. Tudo bem que ter síndrome do pânico não acontece com todo mundo, mas quero ressaltar que a Marina é uma menina que realmente vive uma vida normal, quando não está em crise, claro.

Meu coração batia cada vez mais rapidamente e minha respiração acelerava. Minhas mãos e pés passaram a formigar e então experimentei a pior sensação da minha vida! Meu peito agora inflava, senti dificuldade em respirar e minha visão escureceu. Acreditei que morreria e tive medo.

Senti como se o autor conhecesse bem a realidade de uma pessoa como a Marina, foi tudo tão consistente que encerrei a leitura imaginando que a protagonista existe no nosso mundo real e não apenas na ficção desenvolvida pelo autor, mesmo que ele diga o contrário.

Quando Marina começa a ter crises muitas coisas acabam mudando, e não apenas com ela, mas com as pessoas ao seu redor. Eu queria chamar alguns personagens e pedir para que deixassem de ser babacas, mas como não podia, tive que superar isso junto com a protagonista.

A narrativa é bem descomplicada e rápida. Eu pelo menos li o livro em pouco mais de duas horas. Em nenhum momento a leitura se tornou cansativa, algo que eu temia, pois veria recorrentes crises, mas o autor não deixou que isso acontecesse.

Com certeza indico a leitura para todos. Alguns poderão se focar mais no drama que ela vive, outros na síndrome do pânico, só não espere ver muito sobre o relacionamento dela com a família, pois isso não é muito explorado.

 

16 comentários

Comentários
16 Comentários
  1. Olá, eu já li esse livro um tempo atrás e amei a leitura, eu acho muito interessante o tema que é tratado no livro, é importante que todos leiam mesmo, é uma leitura que estou sempre indicando!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  2. Por mais que eu veja resenhas desse tipo de livro não consigo me identificar... Mas é uma bela resenha! Parabéns.

    Atenciosamente Um baixinho nos Livros.

    ResponderExcluir
  3. Olá, Alessandra. Tenho este livro aqui e preciso ler ele urgentemente. Adorei sua resenha, me deixou mais ansiosa ainda pela leitura!
    Beijo,
    http://www.pactoliterario.com/

    ResponderExcluir
  4. Oi Tudo bem?
    Já vi algumas resenhas do livro e todo mundo adora e indica..
    Agora estou curiosa para ler.
    Beijos!
    www.lindaestante.com.br

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Já li algumas resenhas positivas sobre esse livro e super me animo de ler!
    Tua opinião também positiva me deixou mega curiosa sobre o livro.
    Irei ler esta obra quando puder =)
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Quero tanto ler esse livro! O assunto muito me interessa e estou sempre procurando livros assim, com uma carga dramática maior e personagens com algum transtorno psicológico. Gostei muito da resenha :)
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Adorei a dica de leitura!
    Eu não conhecia a obra e ler a sua resenha me deixou curiosa… Sou psicóloga e confesso que tenho receio ao ver que um autor se focou em um distúrbio mental, pois de modo geral me decepciono com a superficilidade no desenvolvimento do tema. Mas não parece ter sido o caso. Pelo contrário, o autor provavelmente se dedicou a escrever um livro que ofereça ao leitor uma perspectiva que se sobrepõe à doença e se foca no ser humano. Gostei disso e anotei a dica.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Olá
    quando o assunto é editora Chiado eu não conheço muitos títulos, e como sempre eu não conhecia esse dai, curti um pouco a sua resenha mas acho que não leria, não no momento
    Bjsk
    Passa Lá - http://ospapa-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi, oi!
    Não conheço muito o acervo da Editora Chiado, mas esse eu já conhecia e dele apenas li comentários bons.
    Não é uma leitura que eu faria por agora, mas com certeza pode entrar na lista para os livros que devo ler em 2015.
    Amei a resenha!

    Beijos
    Bárbara
    Toca dos Livros

    ResponderExcluir
  10. Olá; li esse livro recentemente e gostei bastante, realmente parece que a personagem existe de verdade, tamanha a sua complexidade. Gostei da resenha.

    ResponderExcluir
  11. Oi.
    Apesar da narrativa do autor ser bem envolvente e a história bem convincente com a personagem caracterizada de forma palpável, não me interessei pelo enredo. Não é uma leitura que entra pra minha lista de necessárias no momento.

    Beijos
    www.leiturasdapaty.com.br

    ResponderExcluir
  12. Ola! Gostei muito da resenha, ainda não conhecia este autor ou livro e achei bem interessante. Não sei se leria, as vezes mudo de opinião quando pego o livro na mão, a bienal esta ai, talvez adquira meu exemplar.
    Beijos, Larissa (laoliphant.com.br)

    ResponderExcluir
  13. Oi
    Já conhecia o livro, uma amiga leu e gostou tanto que ficou falando dele por dias. Disse que o autor é ótimo e a sua resenha só vem corroborar o que ela me disse! Quero conhecer melhor a protagonista e a síndrome do pânico!
    Beijos!

    LuMartinho | Face

    ResponderExcluir
  14. Oie, tudo bom?
    Esse é um livro que tenho curiosidade em conhecer por falar de um assunto interessante. Bom saber que a escrita é descomplicada.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. O livro parece ser bastante interessante, sempre tive curiosidade sobre o tema tratado no mesmo! Adorei sua resenha, muito bem escrita e desenvolvida!

    Abraços e até!

    http://lendoferozmente.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Oi, Alessandra!
    Não conhecia o livro e como drama é um gênero que costumo evitar não sei se a leitura me agradaria. Talvez eu tenha vontade de ler por conta da temática que é bastante interessante e não é muito explorada na literatura.

    Beijos,

    Rafa [ blog - Fascinada por Histórias]

    ResponderExcluir