|Resenha| Pólvora - Tico Santa Cruz

Publicado por 11.6.15

Sinopse: A novela policial originalmente publicada na internet com mais de 300 mil leitores. Pólvora é o livro proibido do roqueiro Tico Santa Cruz, definido pelo próprio autor como uma narrativa "psicótica, suja e violenta". Inicialmente escrito em capítulos curtos para postar em seu blog, em poucas semanas virou fenômeno na rede. Uma leitura intensa e chocante sobre terror e caos, hipocrisia e preconceitos, política e serial killers. Mas, acima de tudo, sobre o lado mais sombrio de cada um de nós.
Autor: Tico Santa Cruz | Editora: Belas-Letras

Dois personagens com personalidade distintas se encontram. Um mais simples e sem grandes acontecimentos na vida, outra carrega consigo uma ferocidade e sensualidade incomparável. O que se esperar da união destes opostos? Combustão! Foi exatamente isto que encontrei ao ler a história, uma mistura de componentes distintos prestes a pegar fogo ou explodir.

Este foi meu primeiro contato com a escrita do Tico e posso dizer que gostei da forma como ele abordou a realidade através de sua ficção. Os personagens não existiram realmente, mas bem que poderiam. O autor se utilizou de uma trama forte e bem desenvolvida para aplicar algumas críticas à sociedade em geral.

O personagens criados pelos autor, e neste caso me refiro a todos e não apenas aos protagonistas, possuem personalidade forte e passam longe do tal "politicamente correto". O leitor encontrará pessoas comuns, que se fossem vistas andando na rua jamais seriam reconhecidas por sua real "essência".

A sinopse apresenta a obra como sendo psicótica, suja e violenta. Devo concordar que tudo soa um tanto quanto maluco. É tanta violência que às vezes precisei parar e respirar, porém não é algo repetitivo ou cansativo, mas sim algo encaixado no contexto certo e esfregando na minha cara a realidade que às vezes ignoro.
Apesar das poucas páginas, senti um cansaço ao finalizar a obra. A li em poucas horas, mas encontrei tanto peso e realidade que me senti sufocada em alguns momentos. Foi impossível fechar o livro sem ficar pensando no que havia lido, sem fazer comparações com o que vejo nos jornais, no trabalho, etc.

Ao contrário do que eu imaginava, o autor não se utilizou de tantos palavrões, porém não economizou na descrição dos atos, fossem eles violentos ou sexuais. Então caso você prefira algo mais "menininha" e calmo, sugiro que busque outro livro, pois este poderá lhe chocar.

Só não darei 5 corujinhas pro livro por conta do final. Eu estava tão conectada e extasiada que esperava mais do final. Senti como se a história pudesse ter continuado.

Este post faz parte da 



10 comentários

Comentários
10 Comentários
  1. UAU! Essa sinopse já me deixa com o coração acelerado, acho que nem preciso dizer que ele entrou para a minha lista de desejados. Acho que quando li "críticas à sociedade", ele entrou oficialmente para minha lista de desejados. Amo livros que criticam a nossa sociedade, porque ela precisa de críticas, só elas fazem com que nossos olhos sejam abertos e nos coloquem para pensam.

    Abraços,
    Karina do blog Eu e Minha Cultura.

    ResponderExcluir
  2. Oláá
    Nossa, a ilustração e a edição em geral está muito bonita e adorei o enredo, fiquei bem curiosa pelo livro apesar de não fazer muito meu gênero.

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Menina bonita, que bela resenha. Acredito que o livro do autor seja ótimo, sua resenha só confirmou, porém nutro uma grande antipatia pelo rapaz que me faz não conseguir ler a obra dele, espero um dia conseguir superar isso, pois posso estar perdendo um ótimo material literário.

    ResponderExcluir
  4. caramba, já ouvi muita musica dele, mas nem passava pela minha cabeça que ele tivesse feito um livor. Bom, confesso que fiquei curiosos, provavelmente leria, mas dependendo do perfil das "violências" do livro é bem possível que eu desistiria, sou pirracento, sempre desisto de livros ou filmes que passam dos limites que eu estipulo. Se você gostar mesmo de leituras fortes, eu tenho num recomendação, no livro de contos Delirium, do Carlos Patricio, tem um intitulado Doutor Sádico. é um conto ácido, cruel e com um final fascinante.

    ResponderExcluir
  5. Ola lindona confesso que esse livro me chama atenção pelos personagens e atos nada certinhos, ver a visão pelo lados dos bandidos de certo modo, nos faz refletir e muito sobre nossa realidade . Tico sempre foi polêmico em algumas colocações por isso quero muito ler esse livro. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  6. Não li nada do Tico ainda, e não é por medo de me sentir chocada, mas por falta de oportunidade mesmo.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  7. Com certeza não irei ler este livro.
    Isso já era certo pq não nutro nenhuma simpatia pelo autor, não me importo com livros violentos e pesados deste que a história seja realmente boa e eu acho que não é o caso aqui. Não quero um livro pra me deixar com peso.

    Coração Leitor

    ResponderExcluir
  8. Oie, tudo bom?
    Esse livro tem uma história bastante intensa e suja, como você bem definiu. Foi uma leitura que me impactou e surpreendeu. Gostei da escrita do Tico e achei a narrativa diferente de tudo que eu li. O casal principal é completamente maluco.
    beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Achei interessante a sinopse, muito atraente para leitores super curiosos como eu rsrs Pela resenha deu pra ter um gostinho a mais da narrativa, gostei bastante.

    luadeneon.com

    ResponderExcluir
  10. Geeente, gostei muito da premissa do livro!
    Nunca li nada do Tico Santa Cruz, mas gosto de livros que dão tapa na nossa cara, hahaha.
    Gostei bastante da sua resenha também e achei legal que o livro tem imagens ^^
    Beijo.
    Choque Literário

    ResponderExcluir