[RESENHA] Londres Chama - James Craig

Publicado por 3.10.14


Autor: James Craig
Sinopse: Quando o inspetor John Carlyle, do Departamento de Polícia Metropolitana de Londres, encontrou um corpo num dos quartos do luxuoso Hotel The Garden, ele jamais poderia imaginar que esse cadáver tivesse tantas conexões . E uma delas é com o Clube Merrion, um grupo elitista composto por nomes influentes da política. 


Gosto de livros que poderiam ter sido reais e por este motivo histórias envolvendo investigação policial me atraem. Assassinatos infelizmente fazem parte do cotidiano e este livro desenvolveu os fatos de forma que parecesse o mais real possível, nada mirabolante ou fantasioso que pudesse deixar alguma dúvida a respeito de uma possível autenticidade.

O autor apresenta de forma simples e direta um pouco do cotidiano profissional de um inspetor, John Carlyle, que encontra-se envolvido na resolução de assassinatos brutais e que se não forem resolvidos mais gente acabará morrendo, incluindo um candidato prestes a ganhar as eleições em Londres. 

A história não se detém apenas neste novo mistério a ser desvendado. Com o virar de páginas o leitor passa a conhecer a vida de Carlyle, as dificuldades pelas quais já passou durante sua carreira, incluindo sua tentativa de ser um bom profissional e não tendo seu trabalho reconhecido. Relembro o que disse anteriormente, a história construída passa muito perto da realidade, por este motivo acredito que o autor fez questão de mostrar que o inspetor não é nenhum gênio investigativo, muito menos que tenha apoio total de seus superiores. 

O poder, a corrupção e a brutalidade estão presentes de forma muito ativa nessa obra. Acredito por se tratar de temáticas que quando entrelaçadas se tornam pesadas, a leitura exige um pouco de atenção do leitor, para que este não se perca na troca de capítulos que terá algumas intercalações que são importantes para o reconhecimento da realidade em que o inspetor se encontra. Vale ressaltar que Carlyle não faz o estilo simpático e queridinho de todos. 

As mortes são fortes, com direito a tortura e xingamentos, então sugiro que caso você esteja numa fase mais light, pule este livro por enquanto, senão poderá se sentir incomodado ou chocado com a história que ultrapassa a linha investigatória e demonstra sem pudor algum o sofrimento dos assassinados. Agora, se você está buscando algo forte, que mexa com seu psicológico e atice sua vontade investigativa, este livro será o certo!

18 comentários

Comentários
18 Comentários
  1. Olá Alessandra,
    Também gosto de livros desse tipo que dão a impressão (por mais que terrivelmente real) de fazerem parte da nossa realidade! Tantas vezes até mesmo que livros de ficção conseguiram prever, de certa forma, aspectos futuros (citando Fortaleza Digital e 1984) de forma ás vezes até assustadora. Não tenho muito costume de ler livros de investigação, mas gosto bastante, esse me interessou.

    Beijos,
    http://misssorrisos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Alessandra não só gosto deste tipo de livro, como é um dos meus gêneros favoritos. Ainda não tinha lido resenha sobre ele, e gostei do que vi.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  3. Oi Alessandra.
    Policial é um gênero que somente agora estou começando a me arriscar por ele, não tenho muito dom pra captar as pistas e ser uma boa investigadora rsrs, e também não gosto muito dos mistérios e matanças.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Apesar da premissa ser interessante e de sua resenha ter me deixado muito curiosa, ela está bem escrita e achei que usou muito bem as palavras para cativar o leitor, mas no momento eu não leria o livro. Talvez pelas cenas fortes e por se tratar de um gênero que preciso me preparar para ler. No momento estou querendo leituras leves e românticas, até mesmo cômicas.
    Mas obrigada pela dica e anotei aqui no livrinhos de livros para ler no futuro.
    Beijos
    Viviane
    Razão e Resenhas

    http://vivianeblood.blogspot.com.br/2014/10/generos-literarios-sick-lit-ou-sicklit.html

    ResponderExcluir
  5. Oi Alessandra!!!
    Adoro gênero policial, todo esse universo de investigações acho bem instigante e torna a leitura muito prazerosa. Não conhecia o autor, vou anotar aqui para uma futura leitura. Sua resenha ficou ótima e me deixou bem curiosa para conhecer o inspetor John Carlyle.
    Parabéns!!!
    Juh
    http://surtosdajuleka.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Ola Ale livros policiais sempre me prendem atenção, gostei da premissa do livro e mesmo as mortes sendo fortes vou colocar em minha lista de leitura. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  7. Oi, Ale. Fico com medo de ler o livro e ser desapontada, mas depois de sua resenha vou pensar sinceramente em lê-lo.
    Livros policiais são bem legais, mas de fato nem todos sabem escrever sobre o tema por isso meu receio

    Beijos
    www.amorliterario.com

    ResponderExcluir
  8. OIIIIIIIIIIIIIIIII!
    Preciso dizer que existem vários temas que me ganham na primeira olhada e esse me ganhou logo por dois motivos: LIVRO POLICIAL E LONDRES! <3
    Amei, quero agora, só de olho grande mesmo!
    Aí li a sua resenha e percebi que posso sim, gostar muito da temática, gosto de histórias que o tema está bem entrelaçado, o personagem tem uma história a contar e mostrar. Vou dar uma chance assim que tiver dinheirinhos!

    Parabéns pela resenha!

    Barbara Herdy xx

    http://www.msbarbaraherdy.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oieeeeeeeeeeee Ale!
    Então, eu adoro esses tipo de livro, não para ler toda hora e seguido e tal, mas confesso que adoro o estilo! As cenas fortes e a questão psicológicas, são pontos positivos para mim! Anotei a dica! Parabéns pela resenha!! Adoreei! Beijos

    ResponderExcluir
  10. Oiiiiii!!!!!
    Já me ganhou pela capa e pelo título... investigação + Londres = perfeição.
    Pode parecer sórdido mas gosto muito desse tipo de história, quando mais real e forte melhor.
    Engraçado que nunca ouvi falar desse autor, vou procurar mais sobre eles pq se todos os livros forem nesse estilo eu já virei fã. Amei de paixão sua resenha!

    Bjs
    Jéssica Rodrigues
    http://lilianejessica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi.
    Adoro livros policiais e acredito que aqueles ambientados na gélida Londres são os maais legais. Somente por isso eu já fiquei encantado pelo livro e por sua resenha; Ao saber que há questionamentos sobre poder, brutalidade e corrupção já fiquei louco. Sua resenha me deixou bem empolgado para ler o livro :)

    Abraços
    Adriano
    GeraçãoLeitura.com || http://geracaoleiturapontocom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi Alessandra, tudo bem?

    Não sou muito chegada em romances policiais, mas fiquei curiosa. Qual é a editora dele? Tô sem óculos e já viu dsahiudhihsad.
    Fico no aguardo.

    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Oi Alessandra,
    Gosto de livros policiais desde sempre, onde tem investigação e crime eu tô lá hehehe. ainda mais o local onde é ambientado, pois comecei minha paixão por livros de mistérios e investigação com a obra de Sir Conan Doyle. Sua resenha foi muito bem feita e fiquei com vontade de ler esse livro.
    bjs

    www.navioerrante.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Não conhecia o livro e livros policiais tbm me ganham facil, amei sua resenha, vou pesquisar mais sobre o livro ^^
    http://contodeumlivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Livros policiais: não sei se tenho amor ou medo. haha
    Mas toda a adrenalina, as resoluções e explicações as vezes tão reais, me fazem delirar.
    Mas é um gênero pesado, você tem que estar pronta e com vontade de ler, se não, acaba se torna algo não tão prazeroso.
    :/

    http://garotaezine.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Olá Alessandra!Tudo bem?
    Eu adoro livros policiais,porque algumas vezes é preciso mudar um pouco e mexer com o nosso psicológico!
    Esse livro me encantou,eu não o conhecia,mas agora está na minha listinha de compras(ficando mais pobre hehehehe)
    Parabéns pela resenha \o/
    Beijosss

    ResponderExcluir
  17. Olá!
    O livro parece ser bem forte mesmo. Mas é legal quando vemos que a história está bem próxima da realidade. Vemos que o escritor deu tudo de si pra fazer um trabalho maravilhoso. Eu até leio livros assim, mas nesse momento estou passando eles para depois. Vou anotar a sua dica e ler mais pra frente.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Este livro deveria vir com a classificação de 18+ estampada na capa, não gostei do livro, o autor conta a história de todos os personagens detalhadamente (até demais), até o vendedor do café tem a sua vida detalhada, o investigador Carlyle precisou de ajuda de "amigos" feitos ao longo de sua carreira, amigos esses que muitas vezes não tinham nada de honestos, algo contraditório já que o inspetor pregava a justiça, e também precisou muita da ajuda do acaso para chegar ao término do caso. A história começa a ficar interessante nas últimas 100 páginas e chega um momento que quase entrei em êxtase com o desenrolar do livro, porém se não houvesse todo os detalhamentos de personages, e fatos passados o tema principal seria bem curto, não chegaria nunca a 342 páginas, não gostei principalmente disso, sobrou detalhes e faltou conteúdo na história. Mas essa é minha opinião. Podem ser que vocês gostem.

    ResponderExcluir