[RESENHA] O Túnel do Tempo - Adriana Vargas

Publicado por 3.5.14

Autora: Adriana Vargas

Sinopse: Vivemos o tempo todo ao lado de nossa alma gêmea e não percebemos… Tudo acontece entre a paixão sórdida por Enzo em 2012, e o amor torrencial por Klaus, nos anos loucos e glamourosos de 1920.Para Clarice encontrar seu grande amor, Klaus, deveria antes, apaixonar-se por Enzo, um francês incomum, que lia pensamentos e conversava com seres invisíveis. Porém, para Clarice, tudo não passava de um sonho que ela estaria prestes a acordar. Como poderia provar que todos os detalhes e sentimentos não eram frutos de sua imaginação? E de que forma poderia impedir seu grande amor de morrer, se a prova de tudo que conhece está dentro de sua mente, arraigada nas lembranças?Um romance sedutor com foco no sobrenatural, que viaja pelo tempo, deixando marcas profundas em quem se permitir ser conduzido para dentro da trama.


Para quem não sabe, este livro é o segundo da série "O voo da estirpe", mas mantenha a calma, não faça o que eu fiz quando percebi que estava com o segundo livro sem ter lido o primeiro. Posso dizer que praticamente entrei em pânico, mas graças a paciência da autora que me explicou que eu entenderia perfeitamente a história, consegui me jogar sem medo na leitura. É evidente que se existe o livro número um, ele merece ser lido, mas neste caso o fato de não tê-lo lido não atrapalhou em nada o meu entendimento da trama. Alguns trechos do livro anterior são introduzidos à história de forma simples, mas muito esclarecedora, então não tema, nenhum fato deixará de ser explicado e você terá uma boa base através dos trechos e até mesmo recordações dos personagens durante o decorrer do livro.

Clarice acorda de um coma longo sem conseguir separar a realidade dos sonhos que teve durante sua internação. Em alguns momentos ela conseguia me convencer de que seus sonhos eram reais, em outros eu queria mostrar a ela que tudo tinha acontecido na sua imaginação. Ao despertar ela encontra Enzo a sua espera, de quem até então ela não possuía recordações concretas, tudo era muito vago, mas nem por isso ela deixou de confiar no seu instinto e acabou se aproximando do homem que aparentemente fazia de tudo para vê-la bem.

Enzo era um rapaz estranho, mas ao mesmo tempo em que era incomum, também se mostrou extremamente necessário na vida e no desenvolvimento de Clarice. Foi muito divertido acompanhar o relacionamento dos dois, que aparente começou por uma simples ligação entre a protagonista e seu grande amor, Klaus, que a deixou de uma forma terrível e aparentemente sem volta. A forma como a autora introduziu os sentimentos de Enzo à trama, sem fazer com que ele parecesse um rapaz bobo e apaixonado, me deixou maravilhada, já que o que ele sente por Clarice é evidente, mas nem por isso deixa de lado o que considera mais importante no momento, cumprir sua missão sem se tornar melancólico, pelo contrário, ele consegue ser irônico e divertido em diversas passagens.

-Você irá morrer após terminarmos a missão?-Nossa! Quanta falta de sensibilidade com minha presença em sua vida!

Durante o desenrolar da história, a autora introduz seres sobrenaturais, mas não daquele jeito macabro que assusta e sim como uma parte importante da vida de Clarice, incluindo as passadas. Algumas explicações podem ser encontradas em vidas passadas, bem como a correção de alguns erros. Caso você não acredite nessa história de sobrenatural, vidas passadas, regressão, não se preocupe, pois a protagonista também não acredita em nada disso, fazendo com que Clarice me deixasse encantada por sua simplicidade e crenças formadas. Não estou falando de uma personagem frágil, indecisa e influenciável, longe disso, a Adriana criou uma protagonista com desejos comuns, personalidade formada, mas que ao mesmo tempo se "perde" na busca de seu grande amor, como a maioria das mulheres que eu conheço.

As descrições sobre o local fizeram com que eu me sentisse em Paris, para completar meu envolvimento com a história, ambiente, costumes e personalidade dos personagens, a autora disponibilizou uma trilha sonora que me tirou totalmente do ar e me entreguei ao livro de uma forma incrível. Outra coisa que não posso deixar passar em branco é a diagramação do livro, que é uma das característica positivas das obras publicadas pela Modo. O trabalho feito em "O Túnel do Tempo" é lindo e combina perfeitamente com a história. Desculpa aí, mas eu sou conquistada por trabalhos bem feitos, e neste caso tanto a capa quanto o interior estão incríveis.

Ninguém consegue apagar os sinais do seu coração em minha alma. Eu vivi o tempo todo te esperando, e vou te esperar o tempo que for preciso até que seu coração desperte para a verdade.

Um livro sobre uma linda história de amor que passa por diversos problemas e épocas diferentes, mas que nem por isso aparenta ser menos real e intensa, regada com alguns mistérios que farão com o que leitor se prenda aos acontecimentos em busca de respostas. Não é apenas mais uma história de amor, é a história de Clarice, Klaus, Enzo e Estela que ultrapassa gerações e não se apaga com o tempo.



  • Book Trailer

  • Trilha Sonora



9 comentários

Comentários
9 Comentários
  1. Coisa mais linda do mundo. Amei a resenha, você é incrível. Parabéns pelo trabalho bem feito, dedicado e lindo. Adorei.
    Adriana

    ResponderExcluir
  2. Noossa tenho muita vontade de ler esse livro!! na verdade a série né?! hehehe A capa dele é linda!!!! E achei super bacana o fato da história se passar em 1920, adoooro romances que fazem uma volta no tempo!

    Beijos!

    Meu Diário

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia o livro nem a escritora, amei a capa e a resenha ta ótima, parabéns. Fiquei com vontade de ler o livro, mesmo sendo um gênero que não curto muito.

    Beijos!

    http://marcasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Mão conhecia esse livro. Sei como é pegar um livro e descobrir que é uma continuação... Mas ainda bem que não atrapalhou em nada. Vou anotar esse livro e dar uma olhada nele depois ^^

    http://refugiorustico.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Nossa, nunca imaginei em ler o segundo volume, sem ler o primeiro. Sem dúvida, você foi muito corajosa.
    Muito legal a resenha, só não gostei muito da capa, mas a história parece ser bacana.

    http://enquantoestavalendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Ale, adorei a diagramação do livro! Quanto a história, não sei se conseguiria ler um livro sem antes ler o anterior, mesmo que não seja necessário, acho que me sentiria estranha ahaha
    A premissa do livro é bem interessante :)

    Beijos
    Débora - Clube das 6
    http://www.clubedas6.com.br

    ResponderExcluir
  7. Olá Ale, tudo bem?
    Nossa eu já li o primeiro e tenho muita curiosidade em continuar com os outros *-*
    Acho que até eu teria pirado se tivesse pego o segundo livro de uma série e se não soubesse que não teria importância em lê-lo rsrs....
    Beijinhos
    T.P
    4 You Books

    ResponderExcluir
  8. Não conhecia o livro e nem a escritora, mas me pareceu muito interessante. me lembrou muito A mulher do viajante no tempo, que é um livro que já li e que amei muuuito. Mesmo você dizendo que dá pra entender sem ter lido o primeiro eu tenho muito receio de fazer isso, sempre faço o possível pra ler na ordem certa.
    Beijos!

    www.centraldaleiturablog.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Oi Alessandra, tudo bem?
    Vim retribuir a visita que fez ao meu blog, Adorei o seu layout, já estou te seguindo e pode deixar que vou sempre voltar.
    Não conhecia esse livro, gostei muito da história do amor deles ultrapassar gerações, acho isso lindo independentemente de acreditar ou não.
    Beijinhos.
    cila-leitora voraz
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir