[RESENHA] A filha das sombras - Caio Riter

Publicado por 17.4.14


Autor: Caio Riter
Sinopse: Desde o dia em que nasceu, uma sexta-feira 13 de agosto, Dora vive atormentada pela morte do pai e pelo que entende como abandono por parte da mãe, que vê uma vez por ano, no dia de seu aniversário. Ao completar 15 anos, situações estranhas vão levá-la a desvendar todo o mistério que envolve a morte do pai e o afastamento da mãe. Descobre também que ela mesma não é quem pensa ser, e isso traz muita angústia, mas revela as respostas de que necessita para compreender como viverá dali para a frente.

Antes de começar a resenha, preciso deixar um aviso bem simples que fará com que você leia todo o resto com a mente um pouco mais aberta. O livro se encontra no catálogo juvenil da editora, então por favor, não espere um suspense aterrorizante, mas esteja pronto para se deixar levar pelos mistérios que envolvem a vida de uma adolescente.

Dora passou por uma grande perda antes mesmo de se dar conta de sua própria existência. Logo que nasceu seu pai sofreu um grave acidente, enquanto ia ao encontro de sua esposa grávida que acabava de ter dado luz à filha do casal, isso fez com a jovem crescesse se culpando pela morte do pai e para piorar a situação sua mãe a "abandonou", deixando-a aos cuidados de uma tia, afastando qualquer possibilidade da menina ter alguma proximidade com quem lhe gerou.

Dora cresceu sabendo que não teria sua mãe ao seu lado e conformada que o encontro entre elas só aconteceria quando a menina completasse um novo ano de vida. Apesar de notar que a protagonista se sentia incomodada e excluída pelo afastamento da mãe, em nenhum momento o autor fez com que ela ficasse se lamentando, tudo bem que era visível o sofrimento dela quando o assunto era seu pai falecido, mas em relação à sua mãe, ela aparentava estar muito bem resolvida.

Com um gato sempre ao seu lado, amigos que a amavam e uma tia que faria de tudo por ela, a adolescente foi vivendo sua vida, porém sempre acompanhada por pesadelos horríveis, todas as noites, sem qualquer alívio ou sonho normal. O que ela ainda não esperava é que seus piores pesadelos poderiam se tornar realidade.

As imagens do dia do meu nascimento me invadem em sonhos, me fazem despertar durante a noite, me enchem de medo e, ao mesmo tempo, de uma alegria tremenda. Assustadora. Me seduzem as imagens das águas arrastando tudo e todos. Não existe mais noite de sono descansado desde que nasci.

O autor soube mesclar o mundo mágico com o sombrio, na dose certa para interessar aos jovens leitores e ao mesmo tempo não deixar os mais velhos com cara de tédio. A forma como a verdade foi apresentada à Dora foi muito bem construída, sem detalhes em exagero. Acho que algumas passagens da história poderiam ter sido um pouco mais exploradas, eu me sentiria mais a vontade se soubesse um pouco mais da mãe dela. Tudo bem que foi dito o motivo do afastamento dela, mas eu fiquei com curiosidade de saber como realmente tudo começou e o que motivava o Sete Nomes a tê-la desejado por perto, como se fosse uma favorita. 

Acho que pode soar estranho, mas eu gostei da forma como o pai da protagonista morreu. Calma, não estou apoiando as mortes e assassinatos por aí, mas a forma como ele realmente morreu (e você precisará ler o livro para saber), o motivo por sua morte e o significado do ato me deixaram satisfeita, pois para mim fez sentido e acho que se ele simplesmente houvesse se envolvido em um acidente, não teria me surpreendido.

Gostei bastante do espírito protetor que convivia com a adolescente e mais ainda quando ele acabou ficando preso, para garantir que ela conseguisse escapar do grande mal.

Foi então que ouvi uma risada. Risada maldosa. Esganiçada. Risada de quem tem a alma cheia de maldade. Risada de quem estava adorando me ver ali, meio perdida, meio temerosa, meio preocupada com meu gato.

Acredito que ele vá agradar à muitas pessoas, desde que estas não criem mil expectativas sobre o livro. Não posso deixar de comentar sobre o trabalho gráfico incrível, que em determinados momentos auxiliava no clima de suspense da obra. Não me arrependo de ter lido e acredito que fosse dar estrelas, ele ganharia QUATRO! 




Ps: Adorei as páginas lacradas no final do livro

9 comentários

Comentários
9 Comentários
  1. Olá
    Nunca tinha ouvido falar do livro, parece ser uma leitura interessante, nao leio muito o genero mas uma vez ou outra dou uma conferida.
    As fotos ficaram bem legais :)
    Beijos
    Guilherme - http://leituraforadeserie.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Nossa, é um livro juvenil, mas eu amo histórias e contos de horror, e esse me pareceu ótimo.
    Adorei a dica, e o jeito como você deixa tudo bem explicado, sem contar tudo o que se passa no conto.
    É minha primeira vez aqui, e pretendo voltar mais vezes.
    Dá uma passadinha no meu blog quando puder: http://sexofraldaserocknroll.blogspot.com.br/
    Bjs***

    ResponderExcluir
  3. Terminei de ler esse pft livro , curto muito esse tipo de livroos e pra deixar claro não é um livro de horror não kk , mais tudo bem , história ótima de muito suspense e talz acho ele uma garota guerreira e que confia em sim msm é isso leiio e recomendo...t+

    ResponderExcluir
  4. adorei o livro ele é muito bom, na escola eu tive que contar mais ou menos um resumo desse livro e todo mundo aplaudiu e gostou.

    ResponderExcluir
  5. É um livro muito bom eu estou lendo ele...

    ResponderExcluir
  6. eu li este livro. E é muito legal, e interessante.

    ResponderExcluir
  7. eu li este livro. E é muito legal, e interessante.

    ResponderExcluir
  8. eu tenho esse livro li ele em tres dias direto amei ele achei muito interessante e como tenho que fazer o rusumo para entregar na escola resolvir dar uma passadinha aki para ter mais ideias sobre como irei fazer meu resumo muito bom mesmo parabens!!! irei passar muitas vezes por aki beijos!!!

    ResponderExcluir
  9. Gostei da ideia do livro, do tema abordado, mas não gostei do modo que o autor escreveu o livro. Simplesmente achei algo muito forçado, tanto que estou me desafiando a lê-lo até o final, o que está sendo um grande sacrifício. Espero que, no final, a história seja boa e compense a escrita.

    ResponderExcluir