[RESENHA] O casamento - Nicholas Sparks

Publicado por 13.3.14

 
Autor: Nicholas Sparks
Sinopse: Após quase 30 anos de casamento, Wilson Lewis é obrigado a encarar uma dolorosa verdade: sua esposa, Jane, parece ter deixado de amá-lo, e ele é o único culpado disso. Viciado em trabalho, Wilson costumava passar mais tempo no escritório do que com a família. Além disso, nunca conseguiu ser romântico como o sogro era com a própria mulher. A história de amor dos pais de Jane, contada em Diário de uma Paixão, sempre foi um exemplo para os filhos de como um casamento deveria ser. Diante da incapacidade do marido de expressar suas emoções, Jane começa a duvidar de que tenha feito a escolha certa ao se casar com ele.

Nicholas Sparks sempre sabe a dose certa de romance e drama para me envolver com suas histórias, até onde me lembro todas as obras do autor que eu li me agradaram, até as mais previsíveis tinham uma sensibilidade incrível e com este livro não foi diferente.

Me emocionei e me diverti conhecendo a história de um casal que já estava prestes a comemorar 30 anos de casamento e que enfrentava problemas comuns do cotidiano, a rotina estava tomando conta e aquele romance de início de relacionamento já não era mais visto, até que Wilson decide recompensar sua esposa pelo tempo que ficou ausente por conta do trabalho durante todos estes anos, do esquecimento do aniversário de casamento, etc.

Gostei de conhecer o romance do ponto de vista masculino, normalmente as mocinhas são sonhadoras e cheias de frescuras, já Wilson não, ele era decidido e prático, sabia onde tinha errado e o que precisaria para "recuperar" o amor de sua esposa. Apesar de eu ser mulher, admito que me identifiquei muito com ele, com a falta de sensibilidade exagerada, de romantismo fofo todos os dias, mas que ao mesmo tempo reconhece os detalhes agradáveis da vida.

Por favor, não me leve a mal. Eu posso não ser sensível, mas não sou desprovido por completo de emoção e às vezes me vejo tomado por uma profunda sensação de maravilhamento. Em geral são as coisas mais simples as que eu considero estranhamente comoventes...

Nada de romance incrivelmente doce, porém muito bonito. O protagonista não precisou sofrer enormes mudanças para voltar a apaixonar sua mulher, pelo contrário, ele apenas começou a reparar no que ela gostava e em nenhum momento pareceu que estava fazendo algum tipo de sacrifício, ou que fosse contra a vontade dele. Isso me deixou mais envolvida pela história, não costumo me prender a personagens que precisam se tornar outras pessoas para agradar alguém.

O final foi incrível e não falarei sobre ele, por motivos óbvios, mas posso adiantar que desta vez não precisa se preparar para mortes, pois o autor nos poupa da "matança" característica de suas obras, mas nem por isso ele deixará de lhe emocionar com uma bela história de amor, relacionamento e cumplicidade.

Mas acabei entendendo que amar é mais do que resmungar três palavrinhas antes de dormir. O amor é sustentado por ações, pela constante dedicação às coisas que um faz pelo outro diariamente.

1 comentários

Comentários
1 Comentários
  1. Eu AMO esse lvro! Quando vi que você havia resenhado, pensei: "Se ela falar mal desse livro serei obrigada a dar uma surra!' kkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Adorei sua resenha amiga...e o final...ai ai <3

    ResponderExcluir