[RESENHA] Livro x Filme : As vantagens de ser invisível - Stephen Chbosky

Publicado por 9.3.14



Autor: Stephen Chbosky
Sinopse: Este livro reúne as cartas de Charlie, um adolescente de quem pouco se sabe - a não ser pelo que ele conta ao amigo nessas correspondências -, que vive entre a apatia e o entusiasmo, tateando territórios inexplorados, encurralado entre o desejo de viver a própria vida e ao mesmo tempo fugir dela. As dificuldades do ambiente escolar, as descobertas dos primeiros encontros amorosos, os dramas familiares, as festas alucinantes e a eterna vontade de se sentir 'infinito' ao lado dos amigos são temas que enchem de alegria e angústia a cabeça do protagonista em fase de amadurecimento.

  • Livro:
Charlie nos conta sua história de uma forma simples e singular, fazendo com que o leitor acabe se aproximando dele para compreender melhor os sentimentos de um adolescente solitário e assim possa também conhecer as coisas desagradáveis que se passaram com ele. Em alguns momentos eu me sentia amiga do jovem, como se ele estivesse escrevendo aquelas cartas para mim, tamanho o envolvimento que as palavras daquele adolescente tiveram comigo.

Não vou dizer que este foi o melhor livro da minha vida, mas também não chega nem perto da lista dos mais chatos. Apesar de todo o drama e problemas pelos quais ele e seus amigos passam, não consegui ter aquele nó na garganta, aquele sentimento de pena, infelizmente mesmo com toda a simplicidade e clareza e do envolvimento que eu tive com as cartas, não consegui sofrer pelo Charlie. Li vários comentários de pessoas afirmando terem chorado ao ler, e acho que por eu ter esperado que lágrimas caíssem acabei criando mais expectativas do que deveria.

É um livro bonito que nos faz pensar um pouco nas coisas que passamos quando estávamos na escola, nas amizades que conquistamos e perdemos, nas dificuldades que enfrentávamos na família ou então na família de algum amigo. Impossível não se identificar com pelo menos um personagem, ou então com um pouco de cada. Posso não ter chorado, mas a sensibilidade na escrita estava estampada em cada palavra, citação, música mencionada. O sentimento de liberdade, acredito eu, que você sentia quando estava com seus melhores amigos será possível encontrar nas páginas deste livro.

Nem todo mundo tem uma história triste, Charlie, e mesmo que tivesse, isso não é desculpa.

  • Filme:

Se o livro não me fez chorar, o filme passou ainda mais longe de fazer isso comigo. Eu já esperava que não fosse uma cópia da obra literária, mas assim como alguns trechos são muito semelhantes ao livro, outras não tinham a mesma sensibilidade que as palavras demonstravam.

Senti falta de algumas partes da história, elas não mudam o desenrolar dos acontecimentos, mas dão um toque à mais em todo o sentimentalismo que gira em torno do Charlie. A relação dele com a família ficou um tanto quanto superficial, eu gostaria de ter visto o fato (não vou contar o que é) que fez de sua irmã sua 'cúmplice' e que acabou aproximando os dois. 

Os livros que ele lia também não tiveram destaque. Eu gostava de saber o que ele lia e como se sentia a respeito de cada história, me sentia mais próxima dele, sentia que conseguia conhecê-lo melhor.

O filme não me ganhou e não teria feito grande diferença caso eu não o tivesse assistido, mas o livro merece ser lido e pretendo relê-lo num momento em que eu estiver mais sensível para ver se consigo fazer algumas lágrimas rolarem.


15 comentários

Comentários
15 Comentários
  1. Oi Alessandra!
    Adorei o post, tenho bastante curiosidade em ler o livro mas ainda não comprei. Tenho que coloca-lo na lista de prioridade.
    Ja assisti o filme e amei demais, tem um clima super bom.
    Beijos,
    Guilherme,
    leituraforadeserie.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se tu gostou do filme, com certeza vai se apaixonar pelo livro, ele é muito mais forte e emocionante que a adaptação :D

      Excluir
  2. Eu amo esse livro, li tão rápido que fiquei com remorso, queria ter aproveitado melhor.
    Uma história que me fez refletir bastante.
    bjs
    http://www.letrasdanana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu pretendo reler o livro, acho que eu poderia ter me entregado mais a ele!
      Mas com certeza me fez refletir bastante.

      Excluir
  3. Oiee..
    Pensei que só eu tinha sentindo falta da parte da irmã dele no filme çç
    Serio fiquei muito triste que o "fato" não aconteceu... acho que foi o que me deixou mais decepcionada com o filme.
    Eu gostei do livro, gostei muito, mas o filme me deixou muito triste HAHAHAHAH

    Beijos da Di
    Parte de Minha História
    Twitter
    Instagram

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aquele "fato" significou muito para mim enquanto lia o livro, e senti muita falta dele. Me sinto aliviada por não ter sido a única a reparar na ausência dessa parte, estava começando a me achar chata demais hehehehehe.

      Excluir
  4. Troquei esse livro recentemente no skoob, porque sempre via as pessoas comentando que era muito bom, e que eu tinha quer ler... Quando saiu o filme e ele foi lançado não me interessei muito, mas vou ler mais com os pés no chão, sabendo que eu posso não gostar ou me emocionar tanto assim.

    Bjs, @dnisin
    www.seja-cult.com

    ResponderExcluir
  5. Eu amo o livro e o filme. Acho ambos incríveis. O livro tem a história mais ampla e é possível entender algumas coisas que ficaram omissas no filme. Porém, a Emma Watson, o Logan Lerman e o Ezra Miller, por si só, fazem o filme valer a pena. :D

    ResponderExcluir
  6. Eu não assisti o filme nem li o livro, mas espero lê-lo em um futuro bem próximo kk Ótima resenha, me deixou com mais vontade ainda de ler e assistir.

    Abraço,

    http://interessantedeler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. MEU DEUS QUE BLOG LINDO. Já to seguindo u.u

    O que interessa: assisti o filme originado por esse livro e confesso que foi bem decepcionante, sua resenha foi muito boa, e com certeza me atraiu um pouco mais para lê-lo, apesar de sempre ficar com um pé atrás depois do desgosto que tive com aquele filme - Logan Lerman, tão falado, estava mal demais... Enfim, opinião.

    Samuka
    http://coupleliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Mentira, não consigo te seguir D: Acho que seu GFC tá com algum problema (ou o problema sou eu, o que é BEM MAIS PROVÁVEL).

    ResponderExcluir
  9. Olá Alessandra,
    Adorei a resenha, foi muito bem escrita.
    Ainda não tive a oportunidade de ler o livro ou ver o filme, mas fui até um teatro - de uma escola de inglês - e eles fizeram a adaptação desse livro e ficou muito boa.
    Estou ensaiando para comprar esse livro todas as vezes que passo em uma livraria, deve ser muito bom, afinal só tenho lido críticas boas.
    Beijos,
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Eu também não chorei lendo o livro, apesar de ser bastante tocante. Sou apaixonada pela história!
    Achei que o filme ficou bom, mas não tem toda aquela carga emocional que o livro tem D:
    Adorei a resenha!
    Beijos

    http://addictionforbooks.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Estou louca pra ler o livro e ver o filme pena que o tempo não dá e o torrent não ajuda ou sou eu que nã sei mexer HUSAHUSHA amei o post.
    Beijo

    ResponderExcluir
  12. Olá Ale. Sou louca tanto pelo filme quanto pelo livro. Li este livro quando adolescente e me marcou profundamente. Meu parceiro leu e ficou com uma ressaca literária de quase uma semana. E quando assistiu o filme?! Ficou mais louco pela história. Muito forte e marcante. Belo post e blog. Até mais.

    Visitem: www.amantesporlivrosefilmes.blogspot.com.br

    ResponderExcluir